honda-cb-cbr650f_destaque

Honda CB 650F e CBR 650F: novas cores e grafismos

Começou a temporada de renovação dos modelos de motocicletas para 2019. E a Honda abre a temporada apenas com novas cores e grafismo para duas das motos mais cobiçadas motos de sua linha, as médias de 650 cc e motores de 4 cilindros, CB 650F e CBR 650F.

Os dois novos modelos chegam nas lojas até o final do mês de julho com todas as csuas boas caraterísticas ciclísticas e mecânicas mantidas, mas com as novas combinações de cores Laranja e Vermelho, além do exclusivo Preto Perolizado (somente na naked) ao preço público sugerido de R$ 34.900,00 para a CB 650F e R$ 36.500,00 para a CBR 650F.honda-cb-cbr650f_2

O grafismo sofreu apenas uma pequena atualização seguindo a combinação de cores mais contrastante. A adoção de tons mais escuros na carenagem da CBR 650F e no para-lama dianteiro da CB 650F, procuraram dar aos modelos visual mais agressivo e esportivo na nova linha 2019.

A moto se destaca pelo seu motor de quatro cilindros em linha com duplo comando no cabeçote (DOHC – Double Over Head Camshaft), versão moderna dos históricos motores de 4 cilindros das motos Honda que foram referência no mundo das motos na década de 70, não apenas pelo funcionamento dos motores, mas muito mais pelo lindo ronco característico que soltavam pelos escapamento. sobre isso, leia o que diz Sadataka Okabe, LPL (Large Project Leader – líder do projeto) da CB 650F e CBR 650F:

As motocicletas de quatro cilindros em linha representam uma tradição importante para a Honda. Nestas versões quisemos oferecer aos motociclistas aquilo que realmente conta, ou seja, performance, aceleração, estilo e maneabilidade sem acrescentar peso excessivo e complicações inúteis. Nem por isso renunciamos à especificacões técnicas superiores como a iluminação full LED e a nova suspensão dianteira Showa Dual Bending Valve (SDBV)”, explicou Okabe.

Design do conjunto óptico dianteiro e das curvas do escapamento destacam a versão naked da família

Design do conjunto óptico dianteiro e das curvas do escapamento destacam a versão naked da família

As duas motos compartilham do mesmo motor e seu desempenho se destaca entre as motos concorrentes da mesma categoria. Trata-se de um motor de 4 cilindros em linha com 649 cm³, inclinados 30 graus à frente, opção técnica que permitiu verticalizar o posicionamento das engrenagens de câmbio e adotar um motor de arranque mais compacto, posicionado atrás da bancada, o que reduziu a dimensão longitudinal do motor. Esse motor “menor” facilitou o melhor posicionamento no chassi e beneficiou a distribuição de peso nas motos (leia a apresentação das novas CB 650F e CBR 650F clicando aqui).

A alimentação do motor Honda é feita pelo sistema de injeção eletrônica PGM-FI, onde os corpos de borboleta de 32 mm de diâmetro tem cornetas de admissão que “respiram” em uma ampla caixa de filtro de ar. O sistema de escapamento 4 em 1, com ponteira cuja estrutura interna de dupla seção, permitiu reduzir a contrapressão sem porém renunciar ao clássico rugido característico dos motores Honda de quatro cilindros em linha. A potência máxima é de 88,5 cv a 11.000 rpm e o torque máximo chega a 6,22 kgf.m aos 8.000 rpm. Combinado com uma caixa de mudanças de seis velocidades, não falta força em qualquer condição que se conduza as motos.honda-cb-cbr650f_1-horz

Montadas em um chassi do tipo Diamond, no qual o motor tem função estrutural, as duas motos tem a balança traseira de alumínio fundido sob pressão e tem conformação assimétrica para permitir que a ponteira de escapamento seja posicionada de maneira a não limitar a capacidade de inclinação lateral. A balança traseira é conectada a um conjunto mola-amortecedor regulável na pré-carga da mola em sete posições. Já na dianteira a suspensão traz garfo telescópico Showa Dual Bending Valve (SDBV) com tubos de 41 mm de diâmetro, tecnologia que oferece respostas mais precisas sob grande solicitação como frenagens fortes e em pisos irregulares.

Feita também para ser vista, os designers da Honda foram muito felizes, principalmente na versão naked da família, onde tudo está exposto e, portanto, precisa ser bonito para ser mostrado. Essencialmente, a CB 650F mistura a agressividade que se espera de uma streetfighter, com as formas musculosas e elegantes, dando à moto um caráter peculiar. Sem dúvida, o que mais chama a atenção no design da CB 650F é o motor e o conjunto formado pelos quatro tubos de escape que se unem na ponteira de escape.honda-cb-cbr650f_7-horz

Por fim, vale destacar o completo painel digital e iluminação por LED em ambas as motos. Outro item em comum a ambas é o sistema H.I.S.S. (Honda Ignition Security System), que dificulta a possibilidade de furto ou roubo pois somente a chave original permite o acionamento do motor. CB 650F e CBR 650F estarão disponíveis nas cores Laranja e Vermelho, além do Preto Perolizado (somente na naked). Os modelos têm garantia de 3 anos + Honda Assistance, sem limite de quilometragem.

separador_honda



Sidney Levy

Motociclista e jornalista paulistano, une na atividade profissional a paixão pelo mundo das motos e a larga experiência na indústria e na imprensa. Acredita que a moto é a cura para muitos males da sociedade moderna.