Foto: Divulgação

Honda CBR 1000RR Fireblade ganha novas cores e grafismos

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Resultado da experiência da Honda nas pistas de competição e uma das mais modernas e potentes motocicletas fabricadas na atualidade, o modelo 2010 da CBR 1000RR Fireblade está nas concessionárias da marca com novas cores e grafismos.

Reunindo tecnologia com alta performance, esportividade e segurança, o modelo é inspirado na Honda RC212V, motocicleta que participa do campeonato mundial de MotoGP, e oferece o máximo de esportividade e prazer à pilotagem, com respostas imediatas à aceleração e grande maneabilidade, que é reconhecidamente uma de suas maiores virtudes.

O motor é um 4 cilindros em linha DOHC (Double Over Head Camshaft) que desenvolve 178,1 cv a 12.000 rpm, com 16 válvulas, alimentado por injeção eletrônica PGM-DSFI (Programmed Dual Sequential Fuel Injection System) e arrefecido a líquido.

A suspensão dianteira é do tipo telescópica invertida (Upside Down) com seis regulagens de velocidade de compressão e retorno e a traseira é UNIT PRO-LINK com sistema HMAS (Honda Multi Action System) e reservatório de gás, que permite múltiplas regulagens na velocidade de compreensão e retorno do amortecedor e da tensão da mola. Do tipo Diamond Frame com dupla trave em alumínio, o chassi tem forma de “U”, funcionando como elemento de ancoragem da balança traseira. Outro destaque é o amortecedor HESD (Honda Electronic Steering Damper), que utiliza atuador hidráulico com assistência eletrônica (módulo e sensor de velocidade), para anular eventuais oscilações do guidão percebidas nas rápidas acelerações. As rodas são de alumínio de 17’’ e os pneus são radiais de perfil superesportivo.

O conjunto de freios da CBR 1000RR Fireblade é equipado com disco duplo de 320 mm de diâmetro e cáliper de fixação radial de quatro pistões na dianteira. Já o freio traseiro possui um disco de 220 mm de diâmetro com cáliper de um pistão.

A CBR 1000RR Fireblade está disponível nas 80 concessionárias Honda habilitadas para a comercialização de motocicletas importadas, com preço público sugerido de R$ 56.000,00. O valor tem como base o Estado de São Paulo e não inclui despesas com frete e seguro. A garantia do modelo é de um ano, sem limite de quilometragem.