Foto: Dani Pedrosa, piloto da equipe Repsol Honda RC212V na MotoGP

Honda completa 50 anos de participações no Mundial de MotoGP

Foto: Dani Pedrosa, piloto da equipe Repsol Honda RC212V na MotoGP

Foto: Dani Pedrosa, piloto da equipe Repsol Honda RC212V na MotoGP

O espanhol Dani Pedrosa quer repetir na Inglaterra o resultado obtido na etapa norte-americana, na qual subiu ao lugar mais alto do pódio

O Grande Prêmio da Inglaterra marcará neste final de semana os 50 anos de participação da Honda no Mundial de MotoGP. A marca fez sua estréia no Mundial britânico em 1959. A prova em Donington Park traz novas esperanças para o espanhol Dani Pedrosa, da equipe Repsol Honda, que há duas semanas foi o grande vencedor da etapa americana e ocupa a quarta colocação. O campeonato é liderado pelo italiano Valentino Rossi, seguido pelo espanhol Jorge Lorenzo e pelo australiano Casey Stoner.

“Temos construído bons resultados nas últimas corridas. Donington é um circuito que eu gosto e tenho tido bons resultados lá. Estou confiante para termos um bom resultado neste fim de semana. Nossa motivação é elevada para lutar duramente. Temos de estar preparados para qualquer coisa. Ganhamos exp eriências valiosas sobre os pneus na Alemanha e vamos trabalhar para utilizá-las o máximo. Espero que possa terminar com um bom resultado”, resumiu Pedrosa.

Outro que reúne grandes chances na etapa britânica é o italiano Andrea Dovizioso, em sétimo lugar. Apesar de ter tido dificuldades nas últimas provas, o piloto já teve excelentes resultados na temporada. “Infelizmente este ano iremos correr pela última vez em Donington Park. É uma pena porque é um circuito fascinante. No ano passado eu tive uma boa corrida em Donington e sempre gostei desta pista. Chegamos neste momento, após duas corridas difíceis, mas nossa motivação é alta e todos da equipe estão trabalhando arduamente. Vou chegar determinado a conseguir um bom resultado.”

Randy de Puniet (10º), da LCR Honda, Alex de Angelis (11º) e Tony Elias (12º), da San Carlo Honda Gresini, Yuki Tak ahashi (18º) e Gabor Talmacsi (19º), da Scot Racing Team também tem grandes esperanças para a prova em Donington Park.