honda copa efx romulo botrell

Honda dominou a Copa EFX Brasil de Enduro

Conquistar o primeiro lugar em sete categorias. Este foi o feito da equipe Honda na quarta etapa da Copa EFX Brasil de Enduro, realizada neste final de semana, em Biritiba Mirim, São Paulo. Entre os troféus, estão os dois mais importantes, o da vitória na categoria Elite e o melhor posto no quadro geral, ambos conquistados por Rômulo Bottrel, da Zanol Team, equipe satélite da Honda.

Rômulo foi o mais rápido na Elite e na Geral, garantindo os troféus mais cobiçados à Honda

Rômulo foi o mais rápido na Elite e na Geral, garantindo os troféus mais cobiçados à Honda

Além de Rômulo, os outros vencedores da Copa EFX Brasil de Enduro, que conquistaram os troféus para a Honda, foram Wanderson Andrade, na categoria E-4; Tunico Miranda, na E-2; Bruno Batista Martins pela E-1 e Vinicius Musa, na Junior. Janaína Souza, da Motofield, também satélite Honda, venceu no feminino pela terceira vez na temporada, e ficou mais perto do quarto título da Copa EFX Brasil. Além das vitórias, a equipe ainda celebrou o segundo lugar de Dario Julio na Over 35 e de Antonio ‘Tunico’ Maciel , pela Junior. Tainá Aguiar concluiu segundo na prova feminina, assim como Renan Bueno, na E-1. Ronald Santi ficou em terceiro lugar na Elite, mesma posição conquistada por Vitor Martins, na E-4. “Foi uma prova com um nível técnico bem elevado e que exigiu muito dos participantes. Além das especiais (trechos cronometrados), os deslocamentos eram feitos por trilhas”, afirmou Dario.

Honda com sete vitórias… mas não tirou o troféu de Nielsen Bueno

Experiente, Nielsen Bueno não larga o osso em sua categoria. Quatro etapas, quatro vitórias

Experiente, Nielsen Bueno não larga o osso em sua categoria. Quatro etapas, quatro vitórias

Apesar de levar para casa muitos – e os mais importantes – troféus, o de Nielsen Bueno ninguém tasca. O piloto, que já havia vencido as três etapas anteriores da Copa EFX Brasil de Enduro, faturou mais uma. Com o resultado, o experiente piloto e chefe de equipe da Sacramento Racing, segue invicto na Over 35.

A prova teve variações climáticas e bastante exigência física, já que os pilotos cumpriram cinco voltas no circuito. “O dia começou bem quente, mas logo esfriou e começou a garoar, ficou bem úmido. O formato das disputas foi desgastante e ainda tivemos que andar com explosão o tempo todo pelo fato das especiais serem mais curtas”, relatou Nielsen. Agora, pilotos e equipes preparam-se para a etapa final da Copa, que acontecerá no dia 23 de outubro, em local ainda a ser confirmado pela organização.

Separador_motos

Fonte: VIPCOMM; Mundo Press



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.