Honda160Cargo_1

Honda lança Família Cargo 2016 com novidades

Honda160Cargo_1

A partir do final do mês de maio, a Honda passará a comercializar uma novidade para sua linha profissional Cargo. Trata-se das novas CG 125i Cargo e CG 160 Cargo, indicadas para profissionais liberais e frotistas. As atualizações da família acompanham nova motorização e detalhes exclusivos como assento duplo, novos tanques redesenhados, nova tampa de combustível e escapamento remodelado.

Um dos principais atributos da CG 125i Cargo esta associado à autonomia e resistência do conjunto e baixo custo de manutenção. A principal novidades da linha de entrada é o novo sistema de injeção eletrônica de combustível PGM-FI (Programmed Fuel Injection), que otimiza a combustão e diminui sensivelmente a necessidade de manutenção, além de redução de consumo de combustível. O modelo passa a contar com novo assento, ampliando o uso da motocicleta, mas, mesmo se tratando de modelo de entrada da marca, continua inaceitavelmente desprovida de freio à disco na roda dianteira.

Ambos os modelos são equipados com bagageiro reforçado para transporte de cargas mais pesadas ou a adaptação de bauletos profissionais

Ambos os modelos são equipados com bagageiro reforçado para transporte de cargas pesadas ou a adaptação de bauletos profissionais – quando removido, libera o uso do banco para um eventual garupa

Compartilhando muitos itens com o modelo passeio que a inspira – a CG 125i Fan -, seu motor é um OHC (Over Head Camshft), quatro tempos, arrefecido a ar de 124,7 cc. Sua potência é 11,8 cv a 8.5000 rpm, abastecidos com gasolina (versão única), e torque máximo é de 1,06 kgf.m a 5.000 rpm. O tanque é novo e tem tampa inspirada nos modelos esportivos da marca. Sua capacidade é de 14,6l, o que garante grande autonomia. O modelo conta com partida a pedal e câmbio de cinco velocidades, com transmissão final por corrente.

Nova Honda CG 160 Cargo

Nova Honda CG 160 Cargo

Com características únicas em seu conjunto, a CG 160 Cargo chega para consolidar a liderança em vendas no segmento profissional. Igualmente à sua irmã de menor capacidade cúbica de motor, a CG 160 Cargo também compartilha itens com sua versão passeio. Entre seus destaques, estão o novo assento, novo tanque e tampa de combustível, carenagens frontais e semi-carenagens laterais redesenhadas, além da exclusiva motorização de 160 cm³ de maior potência e torque, aliado a um desempenho que possibilita seu uso mais amplo aos motociclistas que buscam por uma motocicleta confiável, prática e econômica para uso no dia a dia.

162,7cc. A potência é de 14,9 cv a 8.000rpm

Motor de 162,7 cc. e potência de 14,9 cv a 8.000 rpm

Além destas novidades, a nova CG 160 Cargo incorpora outras itens como Cavalete Central que lhe garante estabilidade em encostas ou trechos que necessitam a motocicleta centralizada, suporte de carga de fácil instalação e remoção, uma conveniência e comodidade na versatilidade de seu uso veículo de passeio nos finais de semana. O escapamento também é novo e foi redesenhado para transmitir esportividade em total conformidade com a segunda fase do Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).

Na ciclística a CG 160 cargo utiliza um chassi de aço tipo Diamond com reforço para uma melhor fixação do motor mais potente, de 162,7cc. A potência é de 14,9 cv a 8.000rpm (gasolina). O modelo traz medidas de 80/110 – 18M/C para o pneu traseiro e 90/90- 18M/C para o pneu dianteiro. A capacidade do tanque é de 16,1L (3,1l), e pode ser abastecido com Etanol ou Gasolina (FlexOne). O modelo apresentado pela a Honda e citado nesta matéria vem equipado com freio à disco na roda dianteira, o que se traduz em maior segurança para o profissional que a pilotará, muitas vezes o dia todo.

Cor e preços

Comercializada apenas na cor Branca, a Linha CG Cargo 2016 é produzida na fábrica de Manaus. Os modelos têm garantia de um ano e preços públicos sugeridos de R$ 6.990,00 para CG 125i Cargo e R$ 8.390,00 para a CG 160 Cargo. Os valores têm como base o Estado de São Paulo e não incluem despesas com frete e seguro.

Separador_motos



Mário Sérgio Figueredo

Motociclista apaixonado por motos há 42 anos, começou a escrever sobre motos como hobby em um blog para tentar transmitir à nova geração a experiência acumulada durante esses tantos anos. Sua primeira moto foi a primeira fabricada no Brasil, a Yamaha RD 50.