Honda lança nova versão de motor estacionário com sistema de ignição digital CDI

Para atender às mais rigorosas normas mundiais para o controle da emissão de gases poluentes, a Honda lança um novo conceito de motor estacionário: o GX 390 T2. O produto faz parte da nova geração T2 de motores estacionários e apresenta como principal diferencial o sistema de ignição digital CDI, que o torna 6% mais potente e reduz em 26% seu índice de emissões de gases poluentes. O sistema proporciona ainda redução de 11% no consumo de combustível e diminuição do nível de ruído em 3 decibéis.

Além das modificações técnicas, o GX 390 T2 apresenta novo design do tanque de combustível, filtro de ar e escapamento. Uma das principais aplicações do GX 390 T2 é no segmento de kart. Para essa aplicação, é necessária a substituição da bobina de ignição original, pela exclusiva para o kart, e comercializada pela própria Honda. O motor também pode ser utilizado como propulsor de embarcações de pequeno porte (rabeta), ser acoplado em equipamentos agrícolas, como trituradores, e utilizado na construção civil, como em cortadores de piso, alisadores de concreto e marcadores de asfalto.

O novo modelo já está à venda nas concessionárias e revendas autorizadas de todo o País, ao preço público sugerido de R$ 2.157,00, com base no Estado de São Paulo, com frete incluso. Já a bobina tem preço público sugerido de R$ 149,85, também com base no Estado de São Paulo.