sh300i-2

Honda SH300i 2017 chega com nova cor e preço menor

Em abril do ano passado colocamos o novo scooter da Honda, recém-chegado ao mercado, em teste. Na ocasião, o SH300i se mostrou uma moto ágil, com acabamento requintado e bons itens de série, incluindo iluminação em LED e sistema de partida Smart Key… o grande problema era o preço: na casa dos R$ 24.000,00. Nesta semana a Honda divulgou novidades na SH300i 2017, incluindo outra opção de cor (Vermelho Perolizado) e novo preço público sugerido: R$ 20.990,00.

SH300i agora disponível na nova cor Vermelho Perolizado e por R$ 20.990,00

SH300i agora disponível na nova cor Vermelho Perolizado e por R$ 20.990,00

O desconto considerável faz com que o preço do SH300i fique mais condizente com o mercado e com o que a moto oferece, prometendo elevar suas vendas no mercado nacional. Entretanto, continua custando mais do que as principais concorrentes, as Dafra Citycom S 300i (vendida à vista por R$ 18.990,00) e Citycom 300i (que tem preço público fixado em R$ 17.890,00). Mesmo mais barato, o scooter da Honda fabricado em Manaus e com câmbio CVT (Honda V-Matic) ainda terá uma pedreira pela frente.

Armas do scooter Honda SH300i: preço mais baixo e itens de série

Além dos já citados Smart Key (que permite ligar a moto com um botão, podendo fazê-lo até a dois metros de distância do modelo) e sistema de iluminação Full LED, o SH300i traz ainda freios ABS e assoalho totalmente reto, o que ajuda – e muito – na acomodação dos pés e pernas no veículo. O motor permanece o monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), de quatro tempos, arrefecido a liquido, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection), de 279,1 cm³. O propulsor gera potência máxima de 24,9 cv a 7.500 rpm e torque de 2,59 kgf.m a 5.000 rpm. O peso a seco da moto é de 162 kg.

O conjunto equilibrado e as dimensões compactas fazem do SH300i uma ótima opção para o trânsito urbano, com agilidade de uma moto menor e motor de sobra

O conjunto equilibrado e as dimensões compactas fazem do SH300i uma ótima opção para o trânsito urbano, com agilidade de uma moto menor e motor de sobra

“Suas medidas mais compactas ajudam bastante provendo grande agilidade ao rodar nas grandes cidades congestionadas. As rodas grandes (de 16 polegadas) proporcionam um rodar mais macio e com menos sustos passando por obstáculos e imperfeições do piso e a suspensão com curso um pouco maior (115 mm na dianteira e 114 mm na traseira)  ajudam mais ainda. A distância entre eixos curta – 1.438 mm – favorece.

Importante é que o conjunto do SH 300i resulta num desempenho impressionante no uso urbano, chegando a remeter à agilidade e facilidade de condução dos pequenos scooters, que passam com facilidade pelos corredores estreitos entre os carros. Soma-se isso o fato de o SH 300i ter ainda a grande vantagem do motor forte, que responde prontamente a qualquer solicitação, sem que o seu maior peso chame tanta atenção. “Parece mais leve do que é na realidade”, destacamos em nosso teste realizado no ano passado.

O preço mudou, mas o para-brisa extravagante continua lá. Queridinho pela Honda, que o considera belo e funcional, nós não o aprovamos. Não condiz com o belo design do modelo e impede a ventilação frontal de forma excessiva, deixando o clima no “cockpit” sempre quente

O preço mudou, mas o para-brisa extravagante continua lá. Queridinho pela Honda, que o considera belo e funcional, nós não o aprovamos. Não condiz com o belo design do modelo e impede a ventilação frontal de forma excessiva, deixando o clima no “cockpit” sempre quente

Disponível nas cores Vermelho Perolizado e Cinza Metálico, com preço público sugerido de R$ 20.990,00 – com base no Estado de São Paulo e sem despesas com frete ou seguro, o SH300i está disponível em toda a rede de concessionárias Honda já partir de março. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.

Separador_motos



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.