Honda vence Prêmio Moto do Ano 2010 em duas categorias

Freios Combined ABS foram o grande diferencial das vencedoras perante as concorrentes

A Moto Honda da Amazônia venceu duas categorias do Prêmio Moto do Ano 2010, eleição promovida anualmente pela Revista Duas Rodas, especializada no segmento. Enquanto a CB 300R ABS foi a campeã na categoria Street 150 a 500cc, a vencedora entre as Trail até 300cc foi a XRE 300 ABS.

A eleição das vencedoras se deu em duas etapas. Primeiro, os leitores votaram, por meio do site da revista, nas motocicletas de sua preferência. Os três modelos mais votados em cada categoria foram, então, testados por 11 jurados especializados. O teste foi realizado em setembro, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), localizado em Piracicaba, no interior de São Paulo. Na ocasião, os jurados avaliaram as competidoras em quesitos como estilo, motor, suspensão, conforto, freios e maneabilidade.

O resultado, anunciado ontem (20) em um evento de premiação na capital paulista, reflete a excelente aceitação do sistema Combined ABS pelo público brasileiro e pelos formadores de opinião. O sistema reúne os benefícios do ABS (Anti-lock Brake System) e do CBS (Combined Brake System): enquanto o primeiro evita o travamento das rodas em frenagens bruscas, facilitando o controle do veículo em situações de emergência e permitindo manter seu controle direcional, o segundo distribui a força de frenagem entre as rodas dianteira e traseira, aumentando a eficiência e evitando o mergulho da suspensão dianteira e a perda de aderência do pneu traseiro.

Uma vez que as características técnicas e as formas de uso da CB 300R (street) e da XRE 300 (on-off road) diferem, o C-ABS aplicado a cada uma, apesar de ter basicamente a mesma concepção, apresenta algumas variações para se adaptar às realidades diversas.

Em ambas, o sistema conta com sensores de leitura nos freios dianteiro e traseiro, um módulo de controle que processa as informações fornecidas por estes sensores, cáliper de três pistões na dianteira, freio a disco na traseira, luz de advertência do funcionamento no painel e grafismo com identificação do C-ABS na carenagem, diferenciando as motocicletas de suas versões Standard.

A diferença fica por conta do “setting” específico aplicado ao sistema C-ABS da XRE 300, com tempo de pressurização mais rápido, uma vez que o ciclo de atuação do ABS em motocicletas de uso misto é mais curto. Tais características permitem que se mantenha o controle direcional da motocicleta mesmo em pisos de menor aderência. Este sistema é o primeiro desenvolvido pela Honda mundial exclusivamente para modelos on-off e passa a ser referência no segmento.