Industria de motocicletas comemora melhor desempenho dos ultimos 30 anos em 2005

Industria de motocicletas comemora melhor desempenho dos ultimos 30 anos em 2005

Industria de motocicletas comemora melhor desempenho dos ultimos 30 anos em 2005

O setor de duas rodas registrou mais um recorde hist¢rico de produ‡Æo, exporta‡Æo e vendas no mercado interno no £ltimo ano de 2005. Foram produzidas mais de 1 milhÆo e 200 mil motocicletas e motonetas no Pa¡s, crescimento de 14,8% em compara‡Æo ao n£mero registrado em 2004.

Um dos maiores picos de produ‡Æo durante o ano de 2005 foi registrado no mˆs de agosto, quando foram produzidas pouco mais de 120 mil motocicletas.

“A nossa ind£stria est  produzindo quase com sua capacidade m xima instalada, e as empresas estÆo se movimentando para se adequar aos novos tempos. Esse crescimento dever  permanecer pelos pr¢ximos anos, uma vez que os ve¡culos de duas rodas estÆo cada vez mais acess¡veis ao consumidor, seja pelo seu pre‡o ou pela diversidade dos modelos”, afirma Paulo S. Takeuchi, presidente da Abraciclo.

O balan‡o anual das exporta‡äes tamb‚m ‚ superior a 2004. No ano passado, foram exportadas 184.592 unidades, o que indica crescimento de 17,3% em rela‡Æo ao resultado do ano anterior, que foi de 157.400 motocicletas exportadas para mais de 30 pa¡ses, com alta concentra‡Æo no M‚xico e Argentina.

“Os n£meros consolidados do setor no fechamento do ano de 2005 demonstram que nossas previsäes foram superadas, numa clara demonstra‡Æo de que o crescimento ‚ sustentado e compat¡vel com a realidade dos mercados interno e de exporta‡Æo”, acrescentou Takeuchi.

No mercado interno, as vendas cresceram 12,3% em 2005, totalizando 1 millhÆo, 24 mil e 203 unidades comercializadas, contra pouco mais de novecentas mil motocicletas vendidas em 2004.

As vendas no primeiro semestre de 2005 foram ligeiramente maiores em compara‡Æo ao segundo semestre do mesmo ano. Foram comercializadas mais de 520 mil motocicletas no pa¡s durante os meses de janeiro a junho do ano passado, contra aproximadamente 500 mil unidades de julho a dezembro.

Para a ind£stria de motocicletas, junho foi o mˆs de maior desempenho registrado nas vendas para o mercado interno, onde foram vendidas quase 100 mil unidades.

Para 2006, a Abraciclo mant‚m perspectiva de crescimento para produ‡Æo e vendas de 6% sobre o ano de 2005.

Um Pouco De Hist¢ria
At‚ meados dos anos setenta, andar de motocicleta era uma atividade quase que exclusivamente voltada para o lazer. As grandes m quinas que surgiram no Brasil no in¡cio da d‚cada, por conta da importa‡Æo das primeiras motocicletas japonesas, come‡avam a ser vistas nas ruas e chamavam muita aten‡Æo: freios a disco, motores multicilindros, alto desempenho e inova‡äes come‡aram a despertar o interesse do p£blico e das fabricantes, que j  previam um mercado potencial para as pr¢ximas d‚cadas.

Com o lan‡amento dos primeiros modelos nacionais pela Yamaha e pela Honda, a motocicleta deixou de ser um sonho de consumo e se tornou acess¡vel … realidade da popula‡Æo brasileira.

De l  para c  o crescimento foi enorme, em grande parte auxiliado pelo trƒnsito ca¢tico que tomou conta das grandes capitais e tamb‚m pela evolu‡Æo tecnol¢gica desenvolvida pelas marcas no pa¡s.

Consolidou-se a previsÆo dos pioneiros de que em alguns anos a motocicleta iria auxiliar muito na locomo‡Æo r pida e econ“mica. O resultado nÆo poderia ter sido mais fiel …s previsäes: uma quantidade muito grande de ve¡culos de duas rodas circula diariamente em nossas ruas e estradas facilitando os trajetos ao trabalho, escola, lazer e uso profissional.

A consolida‡Æo de Manaus como p¢lo industrial de motocicletas tornou-se realidade, as redes de distribui‡Æo e assistˆncia t‚cnica se ampliaram e o setor conquistou reconhecimento significativo. Novas empresas fabricantes surgiram e se implantaram de forma s¢lida, outras mais estÆo por iniciar suas atividades industriais e a motocicleta ganhou novo status como participante ativa, importante e estrat‚gica do crescimento econ“mico do pa¡s.

·s v‚speras de comemorar seus primeiros trinta anos, a Abraciclo, Associa‡Æo Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, tem a consciˆncia de que momentos importantes e estrat‚gicos do setor industrial dos ve¡culos de duas rodas terÆo lugar neste e nos pr¢ximos anos e apresenta seus n£meros referentes a 2005 como uma avant-premiŠre dos novos tempos que come‡am em 2006.