Logo_abraciclo_200x152

Indústria de motos fecha 2012 com venda de 1,6 milhão de unidades

O segmento de motocicletas fechou 2012 com 1.690.187 unidades produzidas, de acordo com levantamento da ABRACICLO – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares. Este volume representa uma queda de 20,9% em relação a 2011, quando foram fabricadas 2.136.891 unidades.

Em dezembro, devido às férias coletivas das indústrias do setor, a produção foi de 66.226 motocicletas, contra as 137.853 unidades de novembro, correspondendo a uma redução de 52%. Na comparação com dezembro do ano anterior, com 101.767 unidades, houve retração de 34,9%.

As vendas no atacado ficaram 20,5% abaixo do total de 2011, com 1.625.446 unidades ante 2.044.532 unidades. De novembro para dezembro, a queda foi de 18%, passando de 125.929 motocicletas para 103.312. Com relação a dezembro de 2011, quando foram comercializadas 113.795 unidades, a redução foi de 9,2%. No que diz respeito às exportações, houve aumento de 43,4% em 2012 na comparação com o ano anterior, de 73.372 unidades para 105.187 unidades.

“O segmento de motocicletas passou por uma forte crise em 2012. Porém, com base nas vendas do segundo semestre, que apresentou uma média diária acima de 6.200 unidades, esperamos uma estabilidade neste início de ano e um modesto crescimento de 3,7% na produção, para 2013, chegando a cerca de 1.750.000. As vendas no atacado devem ter um incremento de 2,4%, ficando em torno de 1.665.000 unidades”, comentou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

No acumulado do ano, foram licenciadas 1.637.393 motocicletas, representando uma redução de 15,6% em relação a 2011, com 1.940.543 unidades. Em dezembro, os emplacamentos totalizaram 137.996 unidades sobre as 121.779 unidades de novembro, com crescimento de 13,3%. A média diária subiu de 6.089 motocicletas para 6.900, com 20 dias úteis em cada mês.

Motos Premium
De acordo com dados da Abraciclo, as motocicletas premium – acima de 500 cm3 – apresentaram bom desempenho nas vendas em 2012. Foram emplacadas 48.990 unidades contra 46.198 do ano anterior, o que corresponde a um crescimento de 6%. A produção evoluiu 7,2%, de 41.034 motocicletas para 43.999, enquanto as vendas no atacado aumentaram 10,1%, passando de 39.892 unidades para 43.918 unidades.

As motocicletas deste segmento representaram 2,7% do total vendido às concessionárias, no ano passado, superando a faixa dos produtos até 50 cm³.

Estas foram as participações por faixa de cilindradas nas vendas no atacado: