Foto: Circuito lógico da injeção - Divulgação Yamaha

Injeção na carburada – Mito do baixinho na moto alta – Hayabusa não tem freios ? – Comparativo de pneus.

Foto: Circuito lógico da injeção - Divulgação Yamaha

Foto: Circuito lógico da injeção - Divulgação Yamaha

Amigos do Motonline. Pretendo adquirir uma motocicleta Honda Magna 750, ano 1998. É possível instalar injeção eletrônica nessa máquina, que originalmente é carburada? Em caso positivo, ficará confiável? Desculpem a possível ingenuidade da pergunta e obrigado pelas informações. Flávio, 60, Rio de Janeiro, RJ.

R: Flávio, isso de fato é impossivel, muitas modificações devem ser feitas e apenas a fábrica tem todos os recursos para desenvolver um sistema compatível. Abracos


Tenho uma XTZ 250 Lander e 1,72 metros. Gostaria de abaixar a altura da suspensão traseira para ficar mais fácil para pilotar. Como posso fazer isso sem prejudicar a estabilidade da moto? Rodrigo, 38, Belo Horizonte, MG.

R: > Rodrigo, você vai afetar toda dirigibilidade da sua moto. Toda mudança de suspensão afeta a dirigibilidade e a adaptação deve ser feita por igual na frente e atrás. Acho até que sua estatura não lhe prejudica muito na pilotagem. Procure treinar bastante e adquirir a técnica do equilíbrio em baixas velocidades (uso do freio traseiro) de forma que você apoie os pés no chão apenas nos momentos em que a moto estiver parada ou para estacionar. Boa sorte.


Prezado Bitenca, Sou proprietário de uma hayabusa, modelo novo (10/10) e tenho dúvidas quanto aos freios da mesma. Os donos da concessionária não podem me ver por lá que já vem implicando : “você não vai trocar os discos da sua moto?”. Eles e muitos outros proprietários dessa moto vivem tentando me convencer a colocar discos tipo “wave” ou “margarida”, dizendo que os freios originas da haya não são bons. Dizem ainda para colocar os flexiveis de aço, os aeroquipes.
Estou recorrendo ao seu conhecimento para que você me explique se há realmente vantagem em usar tais equipamentos, principalmente os discos, pois não são muito baratos (teria de gastar R$ 3500,00 para trocar os tres discos). A minha moto ainda está amaciando, com 1500 km.
Fico muito grato se for possível me esclarecer essas dúvidas, até mais. Lauri, 35, Campo Grande, MS.

Foto: Hayabysa - Divulgação Suzuki USA.

Foto: Hayabysa - Divulgação Suzuki USA.

R: Lauri, essa moto é famosa pelas suas caracteristicas e uma delas é a velocidade que alcança. Os freios são compativeis com o resto da motocicleta. Não acho necessária nenhuma adaptação, para um uso normal da motocicleta.
Abraços,


Olá, Harada!
Estava procurando algo no Motonline mas não consegui encontrar então resolvi lhe perguntar.
Existe alguma matéria técnica comparativa de pneus, com índices de coeficiente de atrito como base? Mas especificamente pneus Trail, assunto de discussões acaloradas entre os motociclistas.
Se pude me indicar algo, desde já lhe agradeço!
Um abraço! Carlos –

R: Olá Carlos,
Acabo de ver seu e-mail, vamos lá.
Não há base de comparação para essa análise. Procuramos fazer comparações entre pneus do mesmo tipo e finalidade, de forma a oferecer parâmentos de comparação. Um teste desse já foi cogitado no Motonline mas para termos resultados confiáveis seriam necessários vários meses de uso em condições controladas com várias motocicletas e diferentes pneus.
No forum do Motonline há discussões a respeito que pode lhe dar alguma dica.
Abraços.