Inspeção veicular começa em 2005 em São Paulo

Com trˆs anos de atraso, a Prefeitura Paulista anuncia o inicio da inspe‡Æo veicular em 2005.

A medida se destina a reduzir os n¡veis de ru¡do e emissÆo de mon¢xido de carbono e hidrocarbonetos da frota de 5,5 milhäes de ve¡culos que circula pela cidade. Se os testes fossem realizados hoje, a taxa de inspe‡Æo custaria R$ 40, conforme c lculo da concession ria que executar  o servi‡o.  uma atualiza‡Æo do custo de R$ 17,95 fixado no contrato em 1996. A Secretaria do Verde e Meio Ambiente, por‚m, garante que a proposta da ‚poca do contrato ser  corrigida, mas o valor final nÆo deve chegar a tanto.

O ve¡culo que for reprovado no teste ter  30 dias para sanar o defeito e, em seguida, retornar para nova inspe‡Æo gratuita. Mas, se o retorno ocorrer ap¢s esse prazo, ser  cobrada nova taxa. EstÆo isentos da inspe‡Æo ve¡culos das Pol¡cias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros, ambulƒncias, ve¡culos de competi‡äes e de cole‡Æo.

O C¢digo de Trƒnsito Brasileiro determina que a inspe‡Æo de emissäes deve ocorrer todo ano e est  vinculada ao licenciamento dos ve¡culos. Quem for reprovado nÆo poder  licenciar o carro at‚ o problema ser resolvido.

Os t‚cnicos da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, do Departamento Estadual de Trƒnsito- Detran e da empresa Controlar, que ganhou a concorrˆncia para realizar os testes, estÆo discutindo v rias questäes, entre elas os prazos para realiza‡Æo da inspe‡Æo em rela‡Æo … data do licenciamento.

Afinal – as motocicletas e scooters estÆo incliudos nesta mediada?