IPVA, CNH, exemplo a ser seguido na Espanha

IPVA, CNH, exemplo a ser seguido na Espanha

IPVA, CNH, exemplo a ser seguido na Espanha

Assunto:IPVA X moto de trilha.Sabemos que as motos que possuem No. de Renavam tem que pagar o IPVA para emplacamento anual. No caso das motos que são utilizadas em trilhas, todos deixam de pagar o IPVA, pois a moto só anda no mato e com isto a documentação fica atrasada. O débito de Veículos com 5 anos de IPVA inadimplentes irão para a dívida ativa se não forem quitados. Vocês conhecem algum caminho para que as motos de trilha fiquem isentas desta obrigatoriedade? Um grande abraço a todos. Rafael (34)- SJVRP.RJ

R: Rafael, não há caminho salvador. O Imposto sobre Propriedade de Veiculo Automotor, vulgo IPVA, tem seu fato gerador, com a propriedade do veículo, independentemente, de sua utilização. Já o DPVAT que é um seguro exigido para andar nas vias urbanas e rodoviárias, essa sim, entendo ser injusto seu pagamento, tanto para trilheiros como para colecionadores. Cuidado com a inscrição na dívida ativa, pois além de sofrer multa e juros pela taxa Selic, agora seu nome é negativado no SERASA. Abraços e ande equipado

CNH X Habilidade. Amigos, com certeza os exames para possuir a CNH não avalia a capacidade do piloto. Quando prestei exame já possuia a categoria B, portanto já tinha alguma experiência no trânsito. Mas quando fiz a moto-escola, só precisei fazer as aulas práticas (somente na pista, nunca no transito)e o exame. Imagine a situação de alguém que nunca teve experiência no trânsito guiando um carro ou moto. Essa pessoa pode passar em todos os exames e estar habilitado a conduzir uma moto sem nunca ter conduzido um veículo no trânsito. Isso é um absurdo!! O resultado nos vemos todos os dias nas ruas. Felipe (30), Belo Horizonte, MG

Comentário a respeito do comentário do Sr. Gustavo (23), São Paulo, SP. Acho engraçado a postura das pessoas… Fico me perguntando… se o motociclista se sente apto a pilotar uma NEO ou uma R1, pqe ele se sentiria incomodado em fazer um exame para comprovar isso? Seria dinheiro? Penso q ñ pois, o indivíduo q compra uma NEO invariavelmente terá q arcar com o custo para adquirir sua habilitação (aliás assim deveria ser com todos) e, no dia q ele puder ter sua R1 certamente ele terá recursos para arcar com uma nova despesa com a categoria diferente. Achar q uma Harley é diferente de uma R6 isso inviabilizaria a avaliação é bobagem. Para quem ñ sabe, na aviação, onde os pilotos são muito bem preparados e as estradas ñ são esburacadas, os equipamentos usados são todos de ponta, estes indivíduos fazem exames teóricos anualmente, físicos anualmente ou de seis em seis meses apósos40anos e o principal fazem um exame prático anual (tipo um exame de rua) com checador credenciado pela ANAC. Além disso se vc pretende voar particular é uma categoria, se comercdialmente outra, se noturno outra se em condições meteorologicas ruins mais outra. Se vc deseja voar motor convencional ou turbo hélice ou jato tem de prestar exames diferenciados para cada tipo de aparelho. Então pqe os motociclistas ñ podem? estranho ñ encontro resposta. Preguiça ou medo do despreparo, talvez. Reflitam Srs. Motociclistas. Lincoln(46), Belo Horizonte, MG.

O pessoal tem falado da necessidade de CNH diferente se o motociclista pega uma moto acima de 250cc. Ora, o mercado é de motos até 250cc, quase 80%; o exame atual não avalia nada; penso que antes deveria existir um exame de habilitação real e depois partimos para a burocracia de exigir CNH para
motos maiores, com um problema, custom não tem nada haver com esportiva, de forma que deverá ter no mínimo três tipos de carteira então! Isso comprova que nós gostamos de burocracia mesmo, pois cabe a cada um fazer um curso de pilotagem conforme a moto que tem; o Estado não tem nada haver com isso, até porque nem ruas adequadas pra moto tem. Se continuarem insistindo vão conseguir um triplo exame de CNH pra moto, que só servirá pra gerar multas. Mas aproveitando o ensejo, quando o Brasil exigia CNH diferentes conforme a cilindrada não aconteciam acidentes com moto? Penso que a melhor solução seria exigir que todo motorista de automóvel antes tivesse tirado um ano de CNH pra moto, daí sim aprenderia que moto arranca na frente, passa em qualquer lugar e que usar o pisca é imprescindível para mudar de faixa! elias a reinaldin(33), Campo Largo, PR
R: Que tal usarmos o fórum? http://www.motonline.com.br/forum/forum_posts.asp?TID=9967&PN=1
R: Elias, devemos exigir meios não burocráticos, só discutindo é que vamos aperfeiçoar uma proposta. Quanto a motos ficarem a frente dos automóveis, o exemplo é Espanha, onde foi criado faixas exclusivas para motocicletas, antes das faixas dos pedestres. Assim, todas as motos ficam a frente dos veículos 4 rodas. Mas lá…é Espanha e parece que existe um difuculdade dos nossos legisladores e autoriddes de trânsito usar outros países como paradigma, pior são alguns motociclistas líderes de motoclubes ou grandes agremiações ou associações, que cumprem mandato eletivo, que até poderia fazer algo, mas parece que não existe o problema. grande abraço e equipamento não é só capacete.