Jean Azevedo é o mais rápido na oitava etapa do Rally do Sertões

Jean Azevedo é o mais rápido na oitava etapa do Rally do Sertões

Jean Azevedo é o mais rápido na oitava etapa do Rally do Sertões

Recuperado do acidente sofrido na quinta etapa, Jean Azevedo diz que o ferimento na boca e as dores no ombro j  nÆo lhe atrapalham mais.

Prova disso foi seu desempenho hoje, na pen£ltima etapa do Rally dos Sertäes 2006, entre as cidades de Brumado e Candido Sales. O piloto da Equipe Petrobras Lubrax fez o melhor tempo do dia, 1h51min59s, … frente de Jos‚ Helio (1h52min10s), David Castou (1h53min33s) e Cyril Despres (1h55min01s).

Jean, na verdade, poderia ter feito um tempo muito melhor. Sendo o terceiro piloto das motos a largar para a especial (cronometrada) de 168km, na metade do percurso ele j  havia alcan‡ado o francˆs David Casteu. Este, por sua vez, estava no v cuo do compatriota Cyril Despres, atual l¡der da classifica‡Æo geral e o primeiro a largar hoje. Como a trilha era estreita e sinuosa, nem Jean nem Casteu conseguiram ultrapassar Despres, ficando ambos presos na imensa nuvem de poeira levantada pelo l¡der. “Passei metade da especial na poeira. Como as motos nÆo podem pedir passagem pelo Sentinel, fiquei preso no ritmo dele. E eu acho que ele (Despres) j  est  se poupando”. Explica-se: na classifica‡Æo geral, Cyril Despres tinha at‚ ontem 12min43s de vantagem para Casteu, o segundo colocado, e 30 minutos para Jean, o terceiro. Sem nenhum problema s‚rio, ele precisa apenas administrar sua posi‡Æo at‚ amanhÆ, no final da £tima etapa do Rally dos Sertäes 2006, para levar o t¡tulo.

Nos carros, o dia foi digamos estranho para a dupla Klever Kolberg e Eduardo Bampi. “Acho que est vamos com a cabe‡a em outro lugar, fizemos v rios pequenos erros, besteirinhas, tava quase parecendo os dois patetas”, disse Klever, de bom humor, lamentando (e rindo) das trapalhadas.

“O Bampi fazia a navega‡Æo, cantava as referˆncias para mim, eu memorizava, mas chegando no lugar me pegava pensando em outra coisa, quase tinha que parar o carro e manobrar pra entrar no lugar certo”, continuou o piloto da Equipe Petrobras Lubrax. O navegador Bampi tamb‚m fez das suas: “Chegando num ponto de controle, eu sempre fico segurando o cartÆo para fora do carro, para ser carimbado o mais r pido poss¡vel. S¢ que hoje, antes de parar o carro, o cartÆo voou da minha mÆo! Tive que descer e procurar o cartÆo a p‚ na trilha”.

Mesmo com todos esses causos, a tripula‡Æo do Mitsubishi L200 Evolution fez um bom tempo: 02h01min08s, suficiente para classifica-los na terceira posi‡Æo do dia, atr s de JoÆo Franciosi e Rafael Capoani (01h59min49s) e Eduardo “Piano” Domingues e Marcos Almeida (02h01min05s). Os membros da Equipe Petrobras Lubrax acham que, nÆo fossem os pequenos erros, poderiam ter chegado a Candido Sales (BA) com o melhor tempo da etapa. “Erramos e ficamos em terceiro. Hoje nÆo seria dif¡cil ganhar”, disse Bampi

Resultados extra-oficiais – 8a etapa – categoria Motos
1) Jean Azevedo – 1h51min59s
2) Jos‚ Helio – 1h52min10s
3) David Castou – 1h53min33s
4) Cyril Despres – 1h55min01s
5) Juca Bala – 1h55min08s

Resultados extra-oficiais – 8a etapa – categoria Carros
1) JoÆo Franciosi e Rafael Capoani – 01h59min49s
2) Edu “Piano” Domingues e Marcos Almeida – 02h01min05s
3) Klever Kolberg e Eduardo Bampi – 02h01min08s
4) Riamundo Ximenes e Flavio Marinho – 02h01min26s
5) Marlon Koerich e Josiane Koerich – 02h02min19s