Johnnie Wash dá dicas de manutenção para motocicletas

Pode até parecer banal para os amantes das motocicletas, mas muitas vezes a conservação ou manutenção de uma moto não são seguidas ou até mesmo esquecidas. Independente do porte e estilo, algumas regras são eficientes para fazer com que o equipamento tenha uma vida útil maior.

Ricardo Medrano, bike designer e proprietário do Johnnie Wash, atua neste ramo há mais de cinco anos e explica o que deve ser feito para manter a sua motocicleta sempre em ordem e pronta para cair na estrada.

Manutenção
Todo equipamento deve ter manutenção, sua moto não é diferente. Revisões periódicas para verificação do estado geral da motocicleta evitam gastos desnecessários e excessivos. Luzes, bateria, óleo, relação, fluídos de freio e pastilhas são itens com maior desgaste e possuem validade.

Atualmente quase todas as motos possuem sistema de alimentação por injeção eletrônica e a verificação dos bicos e do módulo de injeção é obrigatória para manter a saúde do seu motor.

Na correção de defeitos ou problemas o ideal é procurar uma empresa que seja especialista em motocicletas e a aparência da oficina diz muito a respeito do tipo de serviço executado, procure sempre bons profissionais, é economia na certa e certeza de sanar o problema.

“Oficinas como a nossa possui equipamentos de diagnóstico e análise para todas as motos: esportivas, scooters, custom e big trails. É rápido e bastante econômico”, afirma Medrano.

Peças de boa qualidade e originais também são um cuidado a mais e que obrigatoriamente deve ser verificado, o custo pode parecer mais caro em relação a peças de origem paralela, mas a qualidade e a durabilidade vão fazer uma diferença no bolso do cliente.

E por último, se o proprietário não utiliza o equipamento diariamente, é bom ligar a moto semanalmente para dar uma voltinha e evitar problemas pela não utilização.

Lavagem
Limpar corretamente também aumenta a durabilidade da moto. Para quem não tempo de ir até uma loja especializada e precisa “dar aquele tapa” na motoca, Ricardo dá dicas simples e fáceis para lavar em casa.

O ideal para começar a lavagem de uma moto é deixá-la esfriar, se não possui água quente, para evitar que escapamentos e peças mais delicadas sofram choque térmico. Molhe a moto em todas as partes como carenagem, tanque, rodas e motor sem esfregar. Este processo pode ser feito com balde, mangueiras ou máquinas de pressão. Mas, cuidado! A pressão não deve ser alta e nem pode posicionar o bico diretamente sobre nenhuma parte da moto. Prefira mangueira ou balde.

Para não danificar a pintura o ideal é usar xampu neutro e esfregar com um pano macio limpo. Lavar de cima para baixo. As rodas e motor devem ser os últimos. “Se por acaso esqueceu de lavar alguma parte superior da moto, enxaguar e repetir o processo, pois se voltar das partes mais sujas para as mais limpas carrega na água e no pano partículas que podem riscar sua pintura”, explica Medrano.

Agora é hora de dar atenção às rodas e ao conjunto do motor e exaustão. Utilize escovas de dentes, pincel, cotonetes e panos. Misture um pouco de querosene com água, aproximadamente 100 ml. Aplique com pincel em toda a corrente, coroa traseira e juntas internas dos escapamentos. Deixe por alguns minutos e remova com água.

“Cuidado com os produtos à venda no mercado e que prometem milagres, geralmente são muito alcalinos ou muito ácidos. Eles danificam os componentes e causam manchas”, segundo Medrano. Ele explica que o querosene também deve ser usado com precaução. “Sempre utilize uma quantidade pequena misturada com água. Este produto danifica muito o meio ambiente e pode ressecar borrachas”, explica.

Para o motor, apenas água e sabão neutro. Utilizar panos e a escova de dente para as paletas de resfriamento do cilindro e partes mais delicadas e de difícil acesso, os cotonetes são bem-vindos nesta hora também. As rodas também merecem este cuidado principalmente as raiadas. Faça a limpeza com calma e critério.

Para secagem das motos, utilize secador de cabelos ou panos de algodão limpos e macios. Após secar a motocicleta, utilize cera.

“Estes são passos para se conseguir um bom resultado. No entanto sempre é mais indicado um trabalho profissional e no Johnnie Wash temos os equipamentos corretos e pessoal especializado”, diz Medrano.