Johnson Controls lança no Brasil sua tecnologia mundial PowerFrame para produção de baterias automotivas

Johnson Controls lança no Brasil sua tecnologia mundial PowerFrame para produção de baterias automotivas

Johnson Controls lança no Brasil sua tecnologia mundial PowerFrame para produção de baterias automotivas

A Johnson Controls, maior fabricante mundial de baterias automotivas, anuncia o lançamento, no Brasil, da sua tecnologia patenteada PowerFrame para a fabricação das grades de baterias automotivas. A PowerFrame proporciona mais energia à bateria, reduz a possibilidade de falhas prematuras, aumenta o fluxo elétrico e diminui sensivelmente o impacto ambiental da produção deste componente.

“A tecnologia PowerFrame chega ao mercado brasileiro após ter alcançado enorme sucesso nos Estados Unidos e em países europeus”, explica Carlos Zaim, Carlos Zaim, vice-presidente e diretor-geral da Johnson Controls Power Solutions para a América do Sul. “O lançamento desta avançada tecnologia é mais uma prova do compromisso da empresa em investir na América do Sul para manter nossa posição de liderança neste mercado que cresce rapidamente.”

Baterias fabricadas com a tecnologia PowerFrame de grades são mais resistentes à corrosão e, portanto, mais duráveis. Cada grade PowerFrame é projetada para permitir o melhor fluxo elétrico em razão da utilização de modelagem de software moderno para o seu desenho. Isso permite um estado de alta condutividade elétrica, impede a corrosão e circuitos-curtos, aumenta a resistência à vibração e garante uma bateria com carga e descarga mais eficientes.

Outra vantagem importante da tecnologia PowerFrame é o uso de “construção limpa”. A tecnologia PowerFrame para produção de grades consome 20% menos energia do que outros processsos para produção de grades e também reduz as emissões de gases estufa em até 20%.

A Johnson Controls tem operação em Sorocaba, no Estado de São Paulo, e anunciou, recentemente, um programa de investimento de US$ 51 milhões para aumentar a sua produção de baterias automotivas. Este investimento representa o maior da história da empresa no Brasil.