enduro-da-independencia-2017-4

Jomar Grecco é tetracampeão do Enduro da Independência

Depois de 2013, 2015 e 2016… 2017. Pela quarta vez, o piloto Jomar Grecco acelerou sua KTM o suficiente para garantir o título no Enduro da Independência, uma das provas de off-road mais tradicionais do Brasil. Em sua 35ª edição, o EI aconteceu de 6 a 10 de setembro,  com largada no Santuário de Nossa Senhora Aparecida e chegada em Lavras, percorrendo cerca de 700 quilômetros. A prova foi marcada por sua alta exigência técnica dos pilotos, principalmente na região de Luminárias, São Tomé das Letras e Lavras.

Jomar Grecco venceu o Enduro da Independência pelo quarto ano

Jomar Grecco venceu o Enduro da Independência pelo quarto ano

“Muito bom finalizar bem e vencer uma prova desse tamanho, desse porte, disputando com pilotos mais jovens que eu, já que sou o mais velho da categoria. Foi bacana demais viver mais essa experiência e conseguir vencer a prova. Agora também sou recordista de títulos na categoria, com quatro vitórias na Master, isso é fantástico. Poder colocar meu nome na história, ao lado do Dário Julio e do Guilherme Marchetti. Ano que vem tenho a oportunidade de bater esse recorde e vamos trabalhar pra isso”, relatou Jomar Grecco.

Competição desbravou cerca de 700 km

Competição desbravou cerca de 700 km

Grecco venceu os três primeiros dias do Enduro da Independência, o que lhe garantiu certa tranquilidade para o último dia de disputa. “Eu vim abrindo a prova nos três últimos dias então a concentração tem que ser ainda maior. Havia lugares que eu chegava e não tinha nem rastro de motos direito, então eu tinha que confiar na minha navegação. O roteiro e a dificuldade das trilhas foram só aumentando, assim como o nível e a exigência de pilotagem e navegação. No final deu tudo certo, a planilha foi muito bem feita, muito bem desenhada, as trilhas muito bem escolhidas, a organização está de parabéns”, destacou o capixaba, que venceu todos os títulos com a KTM EXC-F 350 e integra a equipe Orange BH KTM Racing.

Mais resultados do Enduro da Independência

Além de Grecco, o EI tem outros multicampeões. Dário Júlio, piloto e chefe de equipe da Honda Racing, conquistou seu quinto título ao obter o melhor desempenho na categoria Over 40 (os outros quatro títulos vieram na categoria principal, a Master, em 2007, 2008, 2009 e 2010). Janaína Souza, representante da Motofield, venceu na categoria feminina pelo quarto ano consecutivo, mantendo sua hegemonia desde 2014. Já Túlio Malta, campeão na Novatos (2013), na Júnior (2014) e Sênior (2015) ficou em segundo lugar na categoria Brasil. O piloto também compõe o esquadrão da equipe Honda Racing. Por fim, os irmãos Rigor Rico e Ripi Galileu foram os campeões da categoria Duplas Graduadas. “Conseguimos vencer os desafios e andar bem todos os dias. Foi um ótimo resultado para o Team Rinaldi, estamos muito satisfeitos”, comemorou Rigor Rico, representando a dupla que havia ficado com o segundo lugar na categoria em 2015.

Quatro vezes campeã no feminino

Quatro vezes campeã no feminino

Desde 2014 Janaína Souza é a melhor em pista na categoria feminina

Irmãos coragem

Irmãos coragem

Rigor Rico e Ripi Galileu venceram na Duplas Graduadas, soltando o grito de campeão preso na garganta desde 2015

Bom resultado

Bom resultado

Túlio Malta fez mais uma grande participação no EI

Separador_motos

Fonte: Mundo Press; Orange BH KTM; Vipcomm



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.