Foto: José Hélio encara a 14a etapa do Rally Dakar entre as cidades Córdoba e Buenos Aires (ARG)

José Hélio já faz planos para Dakar 2010

Foto: José Hélio encara a 14a etapa do Rally Dakar entre as cidades Córdoba e Buenos Aires (ARG)

Foto: José Hélio encara a 14a etapa do Rally Dakar entre as cidades Córdoba e Buenos Aires (ARG)

Posto de melhor piloto das Américas entre as motos incentivou ainda mais o competidor a lutar por uma melhor colocação na próxima participação

Menos de uma semana depois de conquistar o terceiro lugar na categoria 450 Extreme e a posição de melhor piloto das Américas no Rally Dakar, o brasileiro José Hélio já pensa na próxima edição, prevista para 2010. “Quero disputar o próximo Dakar. Fiquei muito feliz só em poder completar a prova”, revelou.

Um dos pontos de destaque para o piloto foi o aprendizado adquirido durante as 14 etapas divididas em 9500 quilômetros percorridos. “Para mim, o melhor de tudo foi a experiência que ganhei. Aprend i muito sobre a prova em si. Apesar de já conhecer bem a região por ter disputado outras provas no local, o Dakar é diferente. Espero me sair cada vez melhor nas próximas participações e se possível disputar a competição novamente já na próxima edição.”

Para o tetracampeão do Rally dos Sertões, o bicampeonato do espanhol Marc Coma foi conquistado com louvor. “Achei que a vitória do Marc Coma foi muito justa. Ele é um ótimo piloto, com grande experiência no Dakar e no tipo de navegação que a prova exige. Liderou de ponta a ponta”, lembrou José Hélio, que conta com o patrocínio da Honda do Brasil, ASW e Flash Power.

O brasileiro passou por muitos desafios durante a longa prova, mas garante que tudo valeu a pena. “Tivemos momentos muito difíceis como a tempestade de areia que atrapalhou muito a visão. Sem conseguir enxergar, o risco de se chocar com as motos da frente era grande, mas deu tudo certo. Foi muito bom e muito gratificante andar entre os melhores pilotos do Mundo.”

Classificação Geral – categoria motos
1 – Marc Coma – Espanha – 52h14min33s
2 – Cyril Despres – França – 53h40min11s
3 – David Fretigne – França – 53h53min29s
4 – David Casteu – França – 54h32min27s
5 – Helder Rodrigues – Portugal – 54h36min44s
6 – Pal anders Ullevalseters – Noruega – 54h39min35s
7 – Jordi Viladoms – Espanha – 54h43min2s
8 – Frans Verhoeven – Holanda – 55h5min12s
9 – Henk Knuiman – Holanda – 55h37min14s
10 – Paulo Gonçalves – Portugal – 56h27min15s
12 – José Hélio – Brasil – 57h9min30s