Organização, Prefeitura e Bombeiros: prejuízo a todos, principalmente aos consumidores

Justiça embarga Megacycle em Campos de Jordão

A Justiça de Campos do Jordão embargou a realização do Megacycle, evento que aconteceria entre os dias 27 de fevereiro e 1º de março (hoje), alegando que a Prefeitura de Campos do Jordão (SP) não é a realizadora do evento. Ela cedeu o espaço para que o Megacycle pudesse acontecer em Campos do Jordão e o fez porque a empresa promotora é conceituada e tem ampla experiência, na realização de eventos semelhantes.

megacycle-campos-de-jordao

Falta de alvarás determinaram o embargo do Megacycle pela Justiça de Campos do Jordão

Na tarde de sábado, de posse do laudo com a aprovação dos Bombeiros para a realização do evento, a Prefeitura e os organizadores foram à comarca de Taubaté para tentar reverter a decisão. O problema causou comentários nas mídias sociais com críticas aos organizadores e à Prefeitura, mas parece que um põe a culpa no outro.

O Megacycle é um evento tradicional que costuma trazer grande movimento para o comércio e para a hotelaria da cidade onde é realizado e não foi diferente desta vez. Só que agora os grupos de motociclistas que vieram de diversas regiões ficaram sem o evento. Veja o aviso que a organização publicou na sua página do Facebook:

“Caros amigos Motociclistas,

Como muitos já sabem o Megacycle não está acontecendo. O evento foi embargado em função da Prefeitura não ter alvará do prédio onde ela determinou que o evento fosse realizado.

O Prefeito, Sr. Frederico Guidoni Scaranello se prontificou a solucionar o problema durante todo o dia de hoje (28/02/2015). Porem até o presente momento ele não conseguiu revogar a liminar do Sr. Juiz Mateus Veloso Rodrigues Filho.

O evento não foi cancelado, porém não temos certeza se o Sr. prefeito irá trazer essa liminar. Pedimos aos motociclistas que pretendem vir à Campos do Jordão para que nos acompanhem, pois os manteremos atualizados se abriremos amanhã.

Aguardamos a compreensão de todos vocês.”

Na tarde do sábado, a Prefeitura ofereceu a seguinte explicação:

“… A Justiça de Taubaté não se julgou competente para julgar o pedido de reconsideração da liminar. Diante disso, o caso está agora no Tribunal de Justiça de São Paulo e deverá ser apreciado por um dos Desembargadores de plantão. Os alvarás, tanto para o Centro de Eventos, quanto para a realização do Megacycle, foram expedidos na manhã de hoje, após a organização do evento ter cumprido as recomendações formuladas pelos Bombeiros, na tarde de ontem. 

A Prefeitura, no contrato firmado de sessão do espaço, estabelece que a empresa organizadora do evento é responsável pela sua realização, devendo cumprir todas as regras vigentes. Foi assim no evento da Mitsubishi, realizado no ano passado no mesmo local, e que obteve os mesmos alvarás, tendo a sua realização transcorrido sem nenhum problema.”

De acordo com os organizadores, se houver uma decisão definitiva, o evento será aberto amanhã.

Separador_motos