Foto: Kallio happy with Moto2 progress

Kallio contente com adaptação à Moto2

Foto: Kallio happy with Moto2 progress

Foto: Kallio happy with Moto2 progress

O finlandês completou o segundo Teste aos comandos da Suter da Marc VDS Racing Team em Valência, momento após o qual avaliou os progressos da sua adaptação à máquina de 600cc.
Kallio contente com adaptação à Moto2

O segundo Teste de Mika Kallio com a Suter de Moto2 com que vai alinhar no Campeonato deste ano terminou com avaliação positiva por parte do finlandês, que em 2011 vai correr pela Marc VDS Racing Team depois de nas duas últimas épocas ter competido na classe de MotoGP.

O jovem de 28 anos foi operado a uma lesão na clavícula no mês que antecedeu o Teste de Valância, o mesmo que terminou no passado sábado, e apesar de só ter recuperado a mobilidade total do braço afectado uma semana antes do Teste, revelou-se muito satisfeito com o resultado dos três dias.

“Não sabia bem o que esperar do meu ombro após a operação, mas esteve mais ou menos bem,” disse o piloto de 28 anos. “Penso que podemos estar contentes com este Teste, correu tudo bem e recolhi muito mais informação da moto. Agora tenho de adaptar o meu estilo de pilotagem um pouco mais. Os tempos por volta foram muito positivos e é por isso que posso sorrir um pouco!”

A mudança da 800cc de MotoGP para a 600cc de Moto2 é um processo ainda a decorrer, mas que está no bom caminho para Kallio.

“Foi realmente difícil (fazer a mudança),” explicou. “É claro que sabia o que esperar porque testei a moto em Novembro no Teste de Valência. Vi, nessa altura, que não era fácil e a moto é totalmente diferente da de MotoGP. Há que mudar o estilo de pilotagem, os pontos de travagem, usar trajectórias diferentes e a moto tem muito menos potência. Por isso é tudo diferente. Mas dia a dia, volta a volta, estou a ganhar mais confiança e espero estar pronto para o Qatar.”

O centro das atenções continua a ser a adaptação à máquina de Moto2 antes de estabelecer outras metas para a época, mas é claro que surgem perguntas sobre se Kallio será capaz de igualar o sucesso de Toni Elías na Moto2 em 2010, ano em que se sagrou Campeão do Mundo.

“Espero que sim!” respondeu Kallio. “Mas de momento não estou a pensar muito nisso. Agora tenho de me concentrar nos Testes e ver em que ponto estamos quando chegarmos ao Qatar. A época será muito dura, é claro, e tudo porque são muitos os bons pilotos. Tudo é possível, mas por agora tenho de fazer mais voltas para me acostumar a tudo uma vez que não é fácil saltar para esta moto.”

Kallio vai continuar o seu trabalho no Teste do Estoril que tem início amanhã (terça-feira) e se estende ao longo de três dias.