kawasaki-zx-10r

Kawasaki convoca recall da Ninja ZX-10R

Depois da Ducati, agora é a Kawasaki quem convoca alguns de seus clientes para um recall. A marca japonesa informou que está promovendo a troca de alguns componentes do conjunto de transmissão dos modelos Ninja ZX-10R, Ninja ZX-10R ABS, Ninja ZX-10RR, ano 2017 a 2018, fabricadas entre janeiro de 2016 e fevereiro de 2018.

Recall Kawasaki: marca destacou que 'o uso da motocicleta deverá ser suspenso imediatamente até que a verificação seja realizada'

Recall Kawasaki: marca destacou que ‘o uso da motocicleta deverá ser suspenso imediatamente até que a verificação seja realizada’

Os proprietários estão convocados a ir ‘imediatamente’ até uma concessionária, e a Kawasaki reforçou, em nota: o uso da motocicleta deverá ser suspenso imediatamente até que a verificação seja realizada. “Nas unidades afetadas, a resistência de algumas das engrenagens do câmbio não é suficiente, e por consequência a engrenagem pode quebrar dependendo da forma como é feita a troca de marchas, levando a uma situação de risco por queda ou colisão”, informou a marca.

Relação de chassis convocados para o recall Kawasaki

MODELO

ANO/MODELO

CHASSI

Ninja ZX-10R

2017

96PZXDR1*HFS00001 até 96PZXDR1*HFS00020

Ninja ZX-10R ABS

2017

96PZXDS1*HFS00001 até 96PZXDS1*HFS00400

Ninja ZX-10RR

2018

96PZXDZ1*JFS00001 até 96PZXDZ1*JFS00020

Trabalhoso, o serviço de troca dos componentes é estimado em 4 horas e, segundo a marca, todas as peças necessárias para a substituição já estão disponíveis na rede de concessionárias Kawasaki. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-773-1210, das 8h às 19h.

Kawasaki Ninja ZX-10R, uma vencedora nas pistas

Em 2016, todos conheceram uma nova Ninja ZX-10R, mais potente, leve, controlável e eletrônica… e as pistas também notaram sua presença. Com a nova moto em mãos, naquele ano a Kawasaki Racing Team faturou o segundo título consecutivo no Mundial de Superbike (WSBK) e no seguinte, em 2017, veio o tricampeonato, conquistado com folga pelas mãos do piloto Jonathan Rea.

Sobre a ZX-10R a Kawasaki está invicta no Mundial de Superbike (WSBK) desde 2015

Sobre a ZX-10R a Kawasaki está invicta no Mundial de Superbike (WSBK) desde 2015

Nascida para as pistas, a moto também impressiona em seu uso ‘civil’, fruto de um trabalho meticuloso da marca, gerando uma moto ágil e progressiva. Os 207 cv (13.000 rpm) e 11,5 kgfm (11.500 rpm), distribuídos nos 207 kg (em ordem de marcha) do modelo, com certeza, também ajudam. Para quem procura um pouco mais (ou seria ‘ainda mais’?) desempenho, foi desenvolvida a versão RR da Ninja. A ZX-10RR veio ao Brasil no ano passado, com novidades mecânicas, estéticas e eletrônicas. Dentre as principais, está a adoção do Kawasaki Quick Shifte e novo cabeçote.

separador_kawasaki



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.