Kawasaki Ninja ZX10-R chega ao Brasil

Kawasaki Ninja ZX10-R chega ao Brasil e será nacionalizada

Kawasaki Ninja ZX10-R chega ao Brasil

Kawasaki Ninja ZX10-R chega ao Brasil

As principais foram no design e a incorporação do controle de tração S-KTRC (Controle de Tração Esportiva Kawasaki). Veja matéria do lançamento mundial do Motonline.

A Kawasaki Ninja ZX-10R versão 2011 importada chega às concessionárias autorizadas até a segunda quinzena de abril. O modelo passará a ser produzido na fábrica de Manaus (AM) no segundo semestre deste ano. O Brasil será o primeiro país a produzir a Ninja ZX-10R fora do Japão, numa demonstração da confiança da matriz na subsidiária brasileira. O preço público sugerido do modelo nacionalizado, R$ 59.990 (frete não incluso), será praticado imediatamente, inclusive para o modelo importado.

Mesmo com visual modificado, a máquina ainda manteve as características presentes em todas as motocicletas da marca: a elegância e a robustez. A Ninja ZX-10R 2011 traz em sua carenagem adereços mais arredondados, ante os pontiagudos do anterior. Além disso, a parte frontal também ganhou atenção especial dos engenheiros. Os faróis foram redesenhados, dando ao modelo um ar mais harmonioso. Outra mudança foi a integração de uma lâmpada do tipo LED (3 Bulbos) posicionada acima da entrada de ar, que foi ampliada para melhorar o fornecimento de ar ao motor. O painel de instrumentos também foi alterado. Agora, o conta-giros está equipado com barras indicadoras em formato de arco – algo inédito nos modelos superesportivos. Há também no display multifuncional a opção de dois modos de pilotagem: Race e Standard, que altera a posição do velocímetro e também do indicador de marchas.

A superbike conta ainda com uma série de novas tecnologias visando a esportividade, como o controle de tração S-KTRC. Este novo mecanismo oferece ao piloto três modos de uso: esportivo, esporte-urbano e uso em piso molhado. Deste modo, o sistema monitora a condição de aceleração do motor e as rotações das rodas, impedindo que a roda traseira perca o contato com o solo e ocasione a perda do controle da motocicleta. Outra inovação tida como um dos diferenciais da Ninja ZX-10R 2011 é o moderno Power Mode (modo de potência), composto por três fases: Full, Midle e Low.

A motocicleta é equipada com motor de 998cc, quatro cilindros em linha, que ganhou alguns cavalos a mais. Desenvolvido nas pistas de corrida, o propulsor entrega 201 cv de potência máxima a 13.000 rpm com um torque de 11,4 kgfm a 11.500 rpm (o modelo 2010 apresentava 188 cv a 12.500 rpm). O novo layout do motor permitiu que houvesse uma união singular com a transmissão, o que elevou a precisão nas trocas de marchas, principalmente quando o assunto é alta performance. A transmissão tipo Cassete  teve sua relação reduzida na 4ª, 5ª e 6ª marchas, melhorando o desempenho da Ninja ZX-10R em pistas.

Kawasaki ZX10-R é a primeira superesportiva a ser nacionalizada

Kawasaki ZX10-R é a primeira superesportiva a ser nacionalizada

Os engenheiros da Kawasaki também redesenharam o quadro desta Ninja. O intuito foi proporcionar maior rigidez e diminuição do peso. Desta forma, consegue-se a centralização de massa o que, por sua vez, dá ao modelo maior leveza e agilidade.
A nova suspensão dianteira BPF (Big Piston Fork) com tubos de 43 mm de diâmetro é um dos grandes fatores que contribuem para a postura destacada da nova Ninja ZX-10R sob frenagem. Na verdade ela volta a ter o sistema sem cartucho, que comparada com uma bengala de cartucho do mesmo tamanho, a BPF apresenta um pistão de quase o dobro da dimensão, isso evita espumação ou cavitação dentro do sistema aumentando assim a eficiência.  Já a suspensão traseira, Back-link, teve seu posicionamento invertido para contar com melhores repostas, principalmente nas rodovias quando a motocicleta é mais exigida. Com a mudança, o amortecedor e o link foram posicionados sobre a balança, o resultado é maior grip, além de ação bem mais suave. Com maior estabilidade e rápidas respostas em curvas, o modelo ganha na ergonomia.
Para a Kawasaki Motores do Brasil, a chegada da Ninja ZX-10R 2011 e a nacionalização do modelo no segundo semestre será algo muito importante. Isso contribuirá para que a Kawasaki tenha uma presença ainda maior nos principais segmentos do mercado e, também aumente os serviços especializados para os produtos da marca no país.

Sobre a Kawasaki Motores do Brasil Ltda.: A Kawasaki Motores do Brasil Ltda (KMB) é uma subsidiária integral da Kawasaki Heavy Industries Ltd (KHI) sediada no Japão. Em operação no Brasil desde outubro de 2008, a marca atua na importação, produção e comercialização de motocicletas, através de uma base operacional em São Paulo e uma fábrica no Pólo Industrial de Manaus. A Kawasaki está ampliando a sua atuação no País com a abertura de concessionárias autorizadas nas principais cidades brasileiras.

 

Obs.: Para facilitar a discussão sobre esse assunto, criamos um tópico no fórum para os motonliners. Clique aqui para acessar o tópico.



Pioneiro no Motocross e no off-road com motocicletas no Brasil, fundou em 1985 o TCP (Trail Clube Paulista), que organizou a 1ª prova de enduro tipo FIM (Enduro da Mentira). Desbravou trilhas em torno da capital paulista enquanto testava motos para revistas especializadas. É editor técnico e consultor no Motonline.