IMG_1204

KTM 1190 Adventure: explore seus Limites

Você é daqueles que gosta de viajar e curtir o rolê sobre duas rodas? Ir para os locais mais improváveis e desfrutar de uma aventura sem igual? Então saiba que a KTM desenhou à mão uma moto para você. A KTM 1190 Adventure impressiona pelo porte, tanque grande e design aventureiro. A pergunta que mais escutei durante o teste dessa moto foi: “Quantas cilindradas essa moto tem? Ela é tão grande!”.

KTM 1190 Adventure não economiza em nada: quase tudo nela é superlativo, inclusive o consumo

KTM 1190 Adventure não economiza em nada: quase tudo nela é superlativo, inclusive o consumo

Ela conquista olhares por onde passa. Unanimidade em beleza, harmoniza as cores laranja e preto de forma suave e acaba criando uma IMG_1231combinação única. Pequenos detalhes são levados em consideração, como o desenho da balança traseira – igual ao da KTM 200 Duke – protetores de mão, conjunto óptico dianteiro, bolha ajustável em duas posições e rodas raiadas.

A 1190 testada pelo Motonline estava equipada com dois acessórios instalados pela Dafra, que monta as motos da marca austríaca em Manaus (AM). Um trava disco (laranja) para evitar furtos e um escapamento da Akrapovic, que garante um ronco forte e encorpado, tornando assim a tarefa de acelerar a KTM em nosso teste ainda mais divertida.

Tecnologia

Recheada de tecnologia, a KTM 1190 Adventure vem equipada com computador de bordo, que aliás é fácil de ser usado, muito intuitivo, onde você controla quase tudo da moto. É bem comum nessas motos maiores e cheias de eletrônica uma certa dificuldade de utilizar os ajustes eletrônicos, mas nessa KTM ficou mais fácil. São 4 modos de pilotagem: Sport, Street, Rain e Off Road. Então vamos por partes.

Os modos Sport e Street entregam todos os 150 cv, mas o que os diferenciam é a maneira como a potência chega na roda traseira. No modo Sport a entrega é bruta, já no Street é mais suave. O modo Rain limita a potência em 100 cv e o controle de tração é ajustado para uma intervenção antecipada e menor derrapagem possível. Quando acionamos o modo Off Road a roda traseira passa a ter mais liberdade para escorregar e aí a pilotagem começa a se tornar mais divertida para aqueles que gostam e tem habilidade para isso. Mas não se assuste porque a derrapagem ocorre de maneira controlada, permitindo a você adicionar mais ou menos aceleração para que a roda derrape na mesma proporção.

A KTM 1190 Adventure é equipada com o sistema EDS – Eletronic Damping System – que garante um ajuste preciso da suspensão para diferentes ocasiões. Nele você pode regular a compressão e o retorno em 3 diferentes modos: Sport, Street e Confort.  Além de regular a pré-carga da mola para 4 situações – piloto, piloto e bagagem, piloto e garupa, além de piloto/garupa e bagagem, você também tem disponível a possibilidade de programar completamente o funcionamento do controle de tração e o ABS.

No painel, todas as informações desse pacote tecnológico são claras. O painel é equipado com hodômetro total e dois parciais, tempo de todos os dados sobre condução, consumo médio, marcador de pressão dos pneus e shift light.

IMG_1146

A posição de pilotagem é muito confortável

Conforto

Para encarar longas jornadas e aventuras é necessário estar confortável. Para isso a KTM conta com um espaçoso IMG_1211whoknowsassento bi-partido, que garante uma condução prazerosa, mesmo após muitos e muitos quilômetros percorridos. O garupa também vai bem, mas seu conforto pode ficar comprometido, dependendo da situação. Em alguns casos, o garupa fica sentado em cima das alças laterais e isso gera um desconforto grande.

As pedaleiras estão bem posicionadas e possibilitam andar de pé, muito bom em trechos off road, onde se quer ter mais controle da moto. Ao aliar a tocada em pé no off road a diversão é garantida! A única limitação para esse tipo de uso são os pneus, para pequenos trechos não tem problema, ele dá conta do recado. Agora se a sua intenção é se aventurar no off road, recomendamos uma troca de pneus.

Aventureira

Aventureira

Pronta para tudo

Eficiente

Eficiente

Luzes em LED na traseira: discreta e eficiente

Painel completo

Painel completo

Com computador de bordo

Conforto

Conforto

Assento é grande e confortável

Balança traseira

Balança traseira

Estilo da KTM 200 Duke

Chassi

Chassi

Projetado em treliça

Potência Bruta

Dotada de um motor V2 de 4 válvulas, arrefecido à liquido, esse “monstro” gera 150 cv à 9.500 rpm e um torque de 12,75 kgf.m à 7.500 rpm. São exatas 1995 cilindradas a disposição do piloto. A relação peso potência desta KTM é a melhor da categoria, com 230 kg – peso cheio –  e 150 cv, são 1,53 kg para cada cavalo empurrar.

Os números impressionam e mostram um desempenho indiscutível. Em qualquer momento o motor sobra força, seja para uma ultrapassagem ou em retomadas. Com tanta força assim, a KTM 1190 Adventure roda suave a 120 km/h, quase não vibra e anda com o giro baixo, propiciando sua melhor condição de consumo de combustível.

IMG_1087

A KTM 1190 Adventure encara aventuras na terra

Sistema de freios é mais que suficiente

Sistema de freios é mais que suficiente

Só é possível sentir vibração – embora pequena – quando aceleramos – e muito – este V2. O sistema eletrônico de gerenciamento do motor, o sistema ride-by-wire e a ignição dupla fazem o máximo para garantir uma resposta suave do motor. A embreagem deslizante elimina os desagradáveis trancos na roda traseira ao frear.

Para frear um “motorzão” destes é necessário ter um sistema de frenagem eficiente. A KTM utiliza em suas motos o freio desenvolvido pela Brembo.  As pinças radiais de quatro pistões na dianteira e o sistema traseiro agem em conjunto com o chamado MSC – Motorcycle Stability Control – um controle de estabilidade desenvolvido pela Bosch. O sistema lê diversos dados, como: velocidade das rodas, ângulo da moto, além do giro do guidão. Com todos esses dados, o sistema antecipa uma possível perda de aderência e atua para que isso não aconteça.

Aliando essa tecnologia com o sistema C-ABS, que distribui a frenagem para as duas rodas, a eficiência do conjunto torna-se indiscutível.

 

IMG_1195

Motor V2 gera 150 cv

Estabilidade

IMG_1066

A posição das pedaleiras, modo Off Road e posição de pilotagem fazem da 1190 uma moto que encara tudo!

Em nosso teste, rodamos mais de 2.000 km com a KTM 1190 Adventure. Entre as qualidades que se sobressaíram do modelo está a estabilidade e ciclística bem acertada. Isso tem a ver com a qualidade do chassi, agindo em conjunto com a suspensão.

O chassi foi desenvolvido sob o formato de treliça, ele é fabricado em aço cromo-molibdênio, enquanto a balança traseira é de alumínio.  Para copiar as irregularidades do terreno a KTM conta com suspensão dianteira invertida da WP – mesma marca que a KTM usa em suas motos de competições – com 48 mm de diâmetro e um amortecedor fixado na balança traseira. São mais que suficientes para transpor qualquer obstáculo, além de ignorar os buracos que as estradas de terra podem ter.

Boa nas retas e excelente nas curvas. Basta colocá-la para acelerar em estradas sinuosas para perceber que ela também manda bem neste tipo de situação.

Urbana

Embora a KTM 1190 Adventure seja uma moto para viajar e encarar aventuras por aí, não faz feio na cidade não. Por mais que o ângulo de esterço não seja tão grande, a maneabilidade da moto é boa e não chega a assustar quando transita pelo corredores urbanos. Quem se assunta ão os motoristas com o ronco forte e abafado que sai da ponteira do escapamento.

IMG_1138

A KTM 1190 Adventure tem uma ciclística acertadíssima

O ponto negativo ficou para o consumo. Acelerando forte, conseguimos uma média de 12,5 km/l. Já em uma tocada mais tranquila a média ficou em 17,14 km/l – com um motor destes é difícil andar em uma tocada tranquila. O preço é alto, mas por R$ 79.000,00 você pode ter uma moto completa, com tudo que a KTM 1190 Adventure oferece. Desempenho, tecnologia de ponta e estilo para quem quer se aventurar por aí, sem precisar escolher o caminho.

 

Gostamos                                          Pode Melhorar

Motor                                                      Consumo
Freio                                                       Conforto / Garupa
Tecnologia                                            Preço

FICHA TÉCNICA

Tipo de Motor……………………………. 2 cilindros, 4 tempos, V 75°, 4 válvulas DOHC

Cilindrada…………………………………  1.195 cm³

Diâmetro/curso ……………………….. 105/69 mm

Potência…………………………………… 150 cv à 9500 rpm

Torque……………………………………… 12,75 kgf.m à 7.500 rpm

Transmissão……………………………… 6 velocidades

Alimentação………………………………. Injeção eletrônica Keihin EFI (corpo de acelerador, 52 mm)

Lubrificação………………………………. Lubrificação sob pressão com 3 bombas Eaton

Óleo do motor……………………………. Motorex, SAE 10W-50

Arrefecimento……………………………. Líquido

Embreagem………………………………… Deslizante PASC, acionamento hidraulico

Ignição………………………………………. Keihin EMS com RBW, ignição dupla

Controle de tração………………………  MTC 4 modos, desligável

Chassi………………………………………. Em treliça de aço cromo-molibdênio, com pintura a pó

Subchassi………………………………….. Alumínio, com pintura a pó

Largura do guidão……………………….. 792 mm

Suspensão dianteira…………………….. WP-EDS USD Ø 48 mm

Suspensão traseira……………………….. WP-EDS Monoshock

Curso da suspensão dianteira/traseira…  190 mm / 190 mm

Freio dianteiro…………………………Duplo disco com quatro pistões Brembo, pinças radiais Ø 320 mm

Freio traseiro…………………………..Duplo disco com pistão simples Brembo, pinça fixa, Ø 267 mm

ABS………………………………………….. ABS combinado Bosch 9ME desligável

Rodas dianteira/traseira………………… Raiadas em alumínio – 19″ / 17″

Pneus dianteiro/traseiro………………….. 120/70 R 19 / 170/60 R 17

Silenciador…………………………………… Aço inoxidável com catalisador regulado

Distância entre-eixos……………………… 1.560 mm

Distância livre do solo…………………….. 220 mm

Altura do assento……………………………. 860/875 mm

Capacidade do tanque……………………… 23 litros / 3,5 litros na reserva

Peso seco………………………………………. 210 kg (sem combustível)Separador_2



Jan Terwak

Publicitário, curte motos desde que se conhece como gente, é piloto de motocross, enduro, cross-country e trilhas. Empresta sua experiência no off-road para as avaliações de motos no Motonline.