O jovem alemão Ken Roczen pode levar o título do mundial de pilotos no próximo Gran Prix, o da Europa, na Alemanha.

KTM já é campeã no mundial de motocross MX2

A KTM assegurou na antepenúltima etapa do mundial de motocross MX2 os dois títulos de campeã, de construtores e de pilotos. O de construtores, ou marcas,  já foi confirmado pela organizadora do campeonato, a empresa YouthStream e pela FIM, Federação Internacional de Motociclismo.

O jovem alemão Ken Roczen pode levar o título do mundial de pilotos no próximo Gran Prix, o da Europa, na Alemanha.

O jovem alemão Ken Roczen pode levar o título do mundial de pilotos no próximo Gran Prix, o da Europa, na Alemanha.

O de pilotos, o mais importante, ainda está em aberto, mas apenas os dois pilotos oficiais KTM estão na disputa. São dois jovens de 16 anos de idade, o alemão Ken Roczen e o holandês Jeffrey Herlings. Um deles, provavelmente o alemão, que lidera com ampla vantagem, será o campeão mundial. Roczen pode levantar o título na próxima etapa correndo em seu país, na pista de Gaildorf, dia 4 de setembro, no Gran Prix da Europa.

Com 100 pontos em jogo nas últimas 4 provas dos dois GPs restantes, Roczen tem 111 de vantagem sobre o britânico Tommy Searle, da  Kawasaki e terceiro colocado no mundial. Só o seu colega da KTM Jeffrey Herlings, 43 pontos atrás, tem chance de lhe tirar o título na MX2, categoria das motos de 250 cilindradas.

O tetracampeão mundial Antonio Cairoli se aproxima do penta.
 E na  MX1, das motos de 450 cilindradas, o italiano tetracampão mundial Antonio Cairoli está próximo do penta. Dos 100 pontos em jogo nas quatro baterias dos dois últimos GPs, ele tem 88 de vantagem sobre o francês da Yamaha Steve Frossard, e 93 sobre o belga  Clement  Desalle, da Suzuki, que acidentado não largará mais nesta temporada. No mundial de marcas da categoria, a KTM também se aproxima do título, 62 pontos à frente das concorrentes, com 100 pontos em jogo nos dois últimos GPs.

 A marca austríaca sediada na cidade de Mattighofen, de onde vem o ”M” de KTM, já conquistou nesta temporada o mundial feminino de construtores e o de pilotos com a alemã tetracampeã Steffi Laier. Venceu este ano, pela décima vez consecutiva o Rally Dakar com o espanhol Marc Coma, e semana passada o Rally dos Sertões, com o francês Cyril Despres, ambos pilotos oficiais da equipe de fábrica. Foi campeã mundial de Enduro Indoor com o polonês Taddy Blazusiac, além de estar na liderança do Campeonato Alemão de Superbike, com sua KTM RC8R pilotada pelo austríaco Martin Bauer. A equipe de fábrica, que tem também  Matej Smrz, da Repúbica Checa e o alemão Stefan Nebel, lidera o campeonato alemão de construtores, à frente da BMW. No International Six Days Enduro ainda levou as categorias E1 com o finlandês Eero Ermes e a E2 com o americano Kurt Caselli.