Marc Coma está fora da competição e deixa o caminho livre para Despres

KTM quer seu 12º título consecutivo do Rally Dakar

Desde 2001 que a KTM é a grande vencedora do Rally Dakar, a maior e mais difícil competição off-road do mundo. Há 12 anos, o vencedor foi o italiano Fabrizio Meoni que venceu com uma KTM LC4 660R. Para 2013, a fábrica austríaca parte com sua KTM Rally 450 nas mãos do francês Cyril Després, vencedor do ano passado, que carrega consigo o favoritismo absoluto, já que seu tradicional oponente  e companheiro de equipe, o espanhol Marc Coma, não vai participar este ano por conta de uma lesão no ombro sofrida no Rally do Marrocos.

Cyril Despres: francês é favorito para levar a KTM às 12ª vitória consecutiva

Cyril Despres: francês é favorito para levar a KTM às 12ª vitória consecutiva

A dupla da KTM Coma – Després – aliás, dominam o Dakar desde 2005, com vitórias alternadas. Mas desta vez poderá não ser tão fácil. O desafio de vencer pela 12ª vez consecutiva terá que passar por outras fortes equipes de fábrica, como a Honda que vem com um projeto totalmente novo preparado pelo HRC Team, além da Husqvarna, com forte apoio tecnológico da BMW.

Marc Coma está fora da competição e deixa o caminho livre para Despres

Marc Coma está fora da competição e deixa o caminho livre para Despres

A KTM traz para o lugar de Coma o americano Kurt Caselli, vencedor de vários títulos off road AMA. O chefe da equipe KTM, Alex Doringer, disse que Caselli não tem pressão nenhuma para vencer ou sequer chegar entre os primeiros, já que se trata de sua estréia na competição. Algo parecido com Caselli aconteceu com o brasileiro Felipe Zanol em 2012, quando estreou no Daklar com uma KTM “semi-oficial” e conquistou a melhor posição de um piloto brasileiro na competição, um 10º lugar na geral. Zanol este ano estava escalado como um dos pilotos principais do HRC Team, mas sofreu acidente nos treinos no início de dezembro e permanece hospitalizado nos EUA.

Darryl Curtis e Riaan van Niekerk, do Team "B" da KTM

Darryl Curtis e Riaan van Niekerk, do Team "B" da KTM

Outros pilotos da equipe KTM, os chamados “pilotos de apoio” ou “carregadores de água”, são o português Ruben Faria e o espanhol Juan Pedrero. Além destes, o chamado Team “B” da KTM tem a dupla sul-africana Darryl Curtis e Van Niekerk Riaan, juntos com o polonês Jakub Przygonski.

Desde 2009 o Rally Dakar é disputado na América do Sul, após a prova de 2008 ter sido cancelada após ameaças terroristas no norte da África um pouco antes da largada da prova em Portugal. O Dakar sul-americano este ano correrá no sentido norte-sul e terá 14 etapas, partindo da capital peruana, Lima, no dia 5 de janeiro, e chagando na capital do Chile, Santiago, no dia 19 de janeiro. Haverá quatro etapas dentro de território argentino com um dia de descanso no dia 13 de janeiro. O nono estágio, logo após o dia de descanso, será o maio longo, com 852 km.

Veja a lista de 12 vitórias consecutivas da KTM no Rally Dakar:

2001: Fabrizio Meoni, Itália

2002: Fabrizio Meoni, Itália

2003: Richard Sainct, França

2004: Nani Roma, Espanha

2005: Cyril Despres, França

2006: Marc Coma, Espanha

2007: Cyril Despres, França

2008: Rally cancelado

2009: Marc Coma, Espanha

2010: Cyril Despres, França

2011: Marc Coma, Espanha

2012: Cyril Despres, França