Foto: Foto Yamaha

Lançamento da nova custom da Yamaha XVS 950 Midnight Star

Foto: Foto Yamaha

Foto: Foto Yamaha

Ontem 21 de maio, Motonline esteve no Caesar Park & Caesar Business International Airport em Gaurulhos, para o que considero o lançamento do ano de 2009.

Apresentada em 2008 no Salão Intermot na Alemanha, a XVS 950 Midnight Star chega ao Brasil.

Apesar do seu entre-eixos de 1.685mm e 278Kg a seco, essa motocicleta no estilo custom promete conquistar um público diferenciado entre 30 e 65 anos que já possui uma condição estável financeiramente e espera o melhor numa motocicleta. Apostaria minhas fichas no público feminino que não se decepcionará com a manobrabilidade desta motocicleta.

Em termos de acabamento, a Yamaha se superou mais vez, pois a sensação que tive, caso essa motocicleta seja colocada na minha garagem, é de que não tem nada a ser alterado, nem escapamento, nem rodas, nem banco do piloto e muito menos o banco da garupa, absolutamente nada, salvo, adicionar um sissy-bar.

O motor de exatos 942cc, bicilindrico e V a 60º 4 tempos, SOHC, 4 válvulas, com potência de 54 cv a 6000RPM não fica devendo nada para os fãs das HD´s que gostam do barulho característico e aquela leve vibraçãozinha, nesta motocicleta, realmente, é muito leve não derruba obturação como nas norte-americanas.

Foto: Gabriel Marazzi, André Garcia, Bitenca e João Tadeu no lançamento de ontem em Guarulhos, SP

Foto: Gabriel Marazzi, André Garcia, Bitenca e João Tadeu no lançamento de ontem em Guarulhos, SP

Um dos detalhes que mais me chamou atenção, é que no punho direito o piloto altera o hodômetro para A ou B e zera a quilometragem. Isso trás maior segurança, porque não necessita tirar uma das mãos do guidon para operar o mecanismo.

Outro detalhe que colabora com baixa manutenção e peso é que a Yamaha optou pela correia dentada ao invés do cardã. A vida útil de ambos, carda e correia dentada são longas, no entanto a preço da correia dentada é muito menor, isso imaginando alguém com uma motocicleta dessa lá para os seus 100.000Km, se revisionada corretamente.

Com tanque cheio, cabe 17 litros em seu lindo tanque, a Midnight Star ultrapassa os 300Kg, mas é muito fácil manuseá-la em baixa velocidade.

É uma moto muito confortável tanto para o piloto que fica numa posição relaxada, quanto para garupa. Aliás, falando em garupa, tive a preocupação em dar uma volta como garupa e pude sentir que a vibração característica que o piloto sente, a garupa não sente e o banco é muito confortável, realmente, só faltando o sissy-bar.

Em movimento, a máquina é um verdadeiro relógio. Numa estrada não há necessidade, sequer, de trocar marchas numa ultrapassagem, basta girar a manopla direta e o motor com injeção eletrônica responde prontamente.

Um detalhe para os preguiçosos em cambiar, é que deixei a velocidade cair para 50Km/h em 5ª marcha e quando acelerei, rapidamente chegamos (moto e eu) aos 120Km/h.

Por fim, seus freios são muito eficientes, tanto o traseiro como o dianteiro, ambos a disco, cumprem muito bem a função em parar esse bólido que com piloto e garupa o conjunto passa dos 400Kg.

Seu preço R$ 34.400,00 na cor preto e R$ 34.700,00 na cor vermelha, sinceramente, achei justo, dado a qualidade do acabamento e a tecnologia embarcada.

Esse estilo não faz a minha cabeça, mas minha esposa adepta ao estilo, certamente, levaria a vermelha, com meu total apoio, para nossa garagem.