Foto: Publico lotou as arquibancadas de São Sebastião

Leandro Silva é o novo líder na MX1

Foto: Publico lotou as arquibancadas de São Sebastião

Foto: Publico lotou as arquibancadas de São Sebastião

Mais uma vez a cidade de São Sebastião, no litoral norte paulista, deu um show de solidariedade. Os ingressos, que foram trocados por 2 kg de arroz, estavam esgotados desde a última quarta-feira

O paranaense Leandro Silva é o novo líder da categoria MX1 do Arena Cross. Ele venceu a 5ª etapa da categoria realizada neste sábado, dia 12, em São Sebastião (SP) e assumiu a liderança do campeonato. Com a vitória Leandro chegou aos 86 pontos, 12 a mais que o companheiro de equipe Wellington Garcia (GO), que não participou da etapa. O piloto de Goiás sofreu uma fratura no pé esquerdo na última etapa do Brasileiro de Motocross e dificilmente volta a correr nesta temporada. “Estou feliz com liderança, mas gostaria que o Wellinton tivesse corrido”, disse Silva.

Quem também fez uma boa corrida foi o paulista Roosevelt Assunção, que chegou na segunda posição. Agora ele é o terceiro colocado no Arena Cross com 68 pontos. O catarinense Pipo Castro, que fez o melhor tempo nos cronometrados, chegou em terceiro e se manteve na quarta colocação geral com 65 pontos.

Leandro Silva dominou a prova desde o começo. Roosevelt Assunção exerceu uma pressão nas últimas voltas, chegando a ficar a 1 segundo do líder, mas não conseguiu incomodar. Uma das curiosidades da corrida envolveu o piloto Uyran da Silva (SP), que chegou na nona colocação. O piloto correu boa parte da prova sem o banco e partes da carenagem que caíram ainda no início da corrida.

MX2 – A MX2 tem novo líder e ele também é do Paraná, Jean Carlo Ramos. Quem começou bem foi o carioca Swian Zanoni, que assumiu a ponta ainda na primeira volta depois da queda de Marcelo Lima, o Ratinho (SP). Ele manteve a liderança até a metade da prova, quanto protagonizou uma bela disputa com Jean Carlo Ramos (PR). O paranaense se aproveitou de um descuido do adversário para assumir a ponta e conquista a segunda vitória seguida no Arena Cross. Jean tem agora 81 pontos, contra 65 de Ratinho. Swian Zanoni é o terceiro com 59 pontos. O terceiro colocado na prova, Lucas Moraes (SP), tem 52 pontos na quarta colocação geral. Além de Ratinho, quem também abandonou a prova pelo mesmo motivo, foi Eduardo Lima.

85cc – A grande surpresa da etapa aconteceu na categoria 85cc. Matheus Ribeiro Corguinho (RJ), que até então ocupava apenas a 13ª colocação no campeonato, mostrou que tem potencial. Ele ganhou o ponto extra nos cronometrados pela melhor volta e também venceu a bateria, chegando agora aos 26 pontos na classificação geral.

A liderança ainda continua com o sergipano Rodrigo Lama, que terminou em quinto lugar e chegou aos 67 pontos. Ele fez uma boa largada e chegou a assumir a ponta. Mas foi perdendo as posições no decorrer da corrida. Lama entrou na pista com o braço direito inchado e não teve como segurar os adversários. Seu principal concorrente pela liderança do campeonato, o colega de equipe Everaldo Lima Filho (GO), abandonou depois de uma forte queda. O goiano, que estava empatado com Rodrigo Lama, sofreu uma lesão no braço e passaria por exames clínicos. Na classificação, Everando ainda é o segundo com 58 pontos. Gabriel Zenni (SP), que foi o segundo em São Sebastião, é o terceiro com 56 pontos.

65cc – Na categoria 65cc Kaio Miranda obteve sua quarta vitória em cinco provas disputadas. “Larguei mal, mas tive calma e esperei o momento certo para brigar pela liderança”, explicou o piloto paulista que agora é mais líder do que nunca com 95 pontos. Hallex Dalfovo foi o segundo na prova e manteve a vice-liderança com 82 pontos. Vitor Monnerat (RJ) foi o terceiro na etapa.

Kioman Navarro continua imbatível na 50cc. O goiano também chegou a sua quarta vitória e ainda por cima faturou o ponto extra dos cronometrados. Só não venceu em Rio das Ostras (RJ). Navarro chega aos 99 pontos, 17 a mais que o gaúcho Enzo Lopes, o segundo na prova. “Não larguei muito bem, estava um pouco nervoso, mas consegui passar Enzo na terceira volta”, diz o mini piloto. Djalma Brito (SP) foi o terceiro em São Sebastião e também é o terceiro no campeonato.

São Sebastião – Mais uma vez a cidade de São Sebastião, no litoral norte paulista, deu um show de solidariedade. Os ingressos, que foram trocados por dois quilos de arroz, estavam esgotados desde a última quarta-feira, dia 9. Cerca de 7 mil pessoas vibraram nas arquibancadas. O patrocínio da prova foi Honda e Gol; co-patrocinio da Yamaha, Peels Capacetes, Metzeler e Consórcio Nacional Honda. O apoio foi da Prefeitura de São Sebastião e radio Morada.