Levantamento da prova de motos - Cerapió 2010

Levantamento da prova de motos – Cerapió 2010

Levantamento da prova de motos - Cerapió 2010

Um Cerapió diferente, mais radical. Uma prova para separar homem de menino, como dizem os enduristas por aí.

Para começar, o marco zero se dará em um dos pontos turísticos mais badalados do Brasil, a praia do Futuro, em Fortaleza, capital do Ceará. Afinal em anos pares, é tradição o evento partir do Ceará. É de lá onde se concentrarão todos os competidores para as vistorias técnicas e médicas da edição dos 23 anos do maior rally de regularidade do país, nos dias 25 e 26 de janeiro. O briefing oficial da prova será no dia 26, a partir das 20 horas, com show de humor para dar as boas vindas a todos os competidores e equipes de apoio.

Mas o melhor mesmo começa a partir do dia 27 de janeiro. Um diferencial dessa edição será a largada promocional pela manhã, às 8 horas, antes da largada oficial, no Terminal Turístico da Praia do Cumbuco, município de Caucaia, distante 16 Km de Fortaleza. A competição para todas as modalidades terá quatro dias de prova e para as motos cerca de 840 km de percurso total.

1º Dia – O levantamento do percurso das motos do Rally Cerapió 2010, realizado neste mês de setembro, definiu a -espinha dorsal- da prova. Com uma etapa curta, a partir das 9 horas da manhã, larga a primeira moto da Praia do Cumbuco. O destino até a cidade litorânea de Trairi, cerca de 130 Km de Fortaleza. Paisagens incríveis para começar pelas areias da famosa praia, alternando navegação com laços e pegadinhas para já testar a navegação dos participantes. O percurso seguirá pelo mar até a praia de Ataíba, onde os pilotos percorrerão cerca de 8 Km pela beira da praia. Do mar, a etapa entra pelo sertão por estradinhas de areia e muita navegação até Paraipaba, onde haverá neutralizado para abastecimento das motos e descanso da trupe. Depois, mais trilhas em direção à cidade de Trairi, com chegada na Fazenda -Bom-, em Flecheiras, onde aconteceu a edição de 2009 do Programa -No Limite-, da TV Globo. De Trairi, o percurso inclui vários riachos e sitos, que mais parecem oásis e prometem ficar na história de todas as edições, segundo o próprio diretor de prova e líder da equipe técnica no levantamento, Ehrlich Cordão. Para finalizar a eletrizante etapa inicial, o ponto alto será a travessia de dunas; serão quase 8 Km, finalizando a etapa na Igreja de São Pedro, no centro de Flecheiras, distrito de Trairi, com cerca de 180 Km de prova.

2º Dia – Saída da Praia de Mundaú, localizada a 18 Km de Trairi. As motos seguem para Itapipoca, mesmo trecho para os carros 4×4, com pequenas alterações de percurso para ambas as modalidades; areia e estradinhas em várias direções exigirão muita navegação dos competidores e qualquer descuido deixará muitos adiantados ou perdidos. Ao deixar Itapipoca, ainda litoral cearense, o enduro seguirá em direção a Irauçuba e os carros seguem outro rumo: a cidade de Itapajé. Neste ponto, muitas serras de quase 800 metros de altitude, com muita navegação em meio a subidas e descidas para lá de radicais. De Irauçuba, trechos característicos do sertão nordestino com destino à cidade de Sobral, com passagem pelo Açude de Patos, para refrescar. –Esse trecho de serras é inédito e marcado por veredinhas e por uma trilha que batizamos de -Perdidos na Caatinga-, pois haja veredas para confundir os desavisados–, destacou Cordão. Mais serra pelo caminho, como a do Jordão, com mais de 700 m de altitude, com descida por mata fechada em direção à cidade de Jaibaras. A partir daí, a trilha é a mesma para os carros 4×4, até Ibiapina. Para encerrar a etapa, passagem por belas trilhas em região de mata Atlântica, já em Ubajara. A chegada será na área de lazer no centro da cidade, com cerca de 280 Km de prova.

3º Dia – A saída será do mesmo ponto da chegada, na bela Ubajara. O destino inicial, Tianguá, distante apenas 15 Km; um trecho cercado por sítios, destaque para os balaios e laços impostos pela direção de prova e um roteiro praticamente igual para os carros 4×4. De Tianguá, motos e carros se separam até a cidade de Granja. Para as motos, descidas de pedras e muitas trilhas até a cidade de Quatiguaba. O destaque deste local é passagem pelo trecho percorrido pelas motos no Piocerá de 1995. –Fazem quase 15 anos que percorremos o trecho e o mais incrível é que continua do mesmo jeito–, vislumbra-se Cordão. Daí em diante, mais estradinhas de terra, com muitos laços e balaios até Viçosa, onde acontece um neutralizado para abastecimento. A passagem pelo Castelo das Pedras, no meio de serras é o visual marcante da etapa e um ponto turístico da cidade cearense. Depois disso, novo trecho de sertão com trilhas e labirintos de florestas encravados no meio da Serra da Ibiapaba. Estradinhas de areia e pedras soltas levam as motos até o município de Santa Teresinha; depois mais estradinhas de carnaubais, com médias horárias altas e cuidado redobrado com a navegação. A trupe segue para a cidade de Granja e de lá para Camocim, entrando novamente no litoral cearense. A chegada será na Praça da Igreja da Matriz, no centro da cidade, com cerca de 200 Km de prova.

4º Dia – Outra etapa curta, dessa vez as motos seguem para deixar o Ceará e adentrar em solo piauiense. A largada será da Igreja da Matriz em direção à praia de Maceió, atravessando dunas (trecho também para os carros). Estradinhas secundárias de areia com vegetação rasteira, alternando com muito areal, será o roteiro dos pilotos por cerca de 10 Km iniciais. Antes da cidade de Barroquinha, mais de 4 Km de percurso pela chamada travessia das dunas. Ehrlich Cordão avisa que todo esse trecho será devidamente sinalizado para facilitar o roteiro já que as referências serão escassas. -Esse será o Cerapió das dunas, do primeiro ao quarto dia é muita areia-. De Barroquinha, tome sertão e mais trilhas de areia, dessa vez mais fina, porém com riscos de quedas ao menor descuido, até a cidade de Chaval, divisa dos visinhos estados do Ceará e Piauí. Mais trilhas típicas de sertão até a primeira cidade piauiense, Camurupim. Depois, um trecho inédito em direção às praias de Macapá, Carnaubinha e Arrombado, sempre beirando o mar, para valorizar o belo e límpido litoral piauiense. A partir de Arrombado, as motos seguem pelo asfalto para desviar das praias mais movimentadas, como a do Coqueiro e Atalaia. A etapa será finalizada após 180 km.

PROGRAMAÇÃO E ROTEIRO PARA O RALLY CERAPIÓ 20010

Dia 25 e 26 de janeiro – Fortaleza (CE)
Vistorias técnica e médica: 09 às 19 horas – Hotel Vila Galé – Praia do Futuro
Briefing de abertura – 20 horas

Roteiro para Prova a REGULARIDADE/ Dia 27 a 30 de janeiro – Caucaia (CE)
Largada Promocional – 8 horas
Largada Oficial – 9 horas

1º Dia 27/01 – Caucaia / Trairi (CE) = 180 Km
2º Dia 28/01 – Trairi / Ubajara (CE) = 280 Km
3º Dia 29/01 – Ubajara / Camocim (CE) = 200 Km
4º Dia 30/01 – Camocim / Luís Correia/Parnaíba(PI) = 180 Km