Liberdade, Emoção e Adrenalina na Expedição ao Chuí

Liberdade, Emoção e Adrenalina na Expedição ao Chuí

Liberdade, Emoção e Adrenalina na Expedição ao Chuí

Sentir a brisa do mar no rosto, viajar sem saber o que h  al‚m do horizonte, andar quil“metros ladeado pelo mar e por dunas de areia, sentir a liberdade no ar, esquecer nem que seja por alguns momentos o mundo real, o corre-corre e a rotina do dia-a-dia, conhecer e explorar o desconhecido na certeza de chegar ao destino na incerteza do que pode ser encontrado pelo caminho, viver intensamente nem que seja uma £nica vez a Expedi‡Æo ao Chu¡, uma viagem inesquec¡vel a ultima cidade brasileira, localizada no Rio Grande do Sul na divida com o Uruguai, local simples que encanta e atrai aventureiros de v rios lugares do planeta.

Naturalmente embalados pela adrenalina e em busca de fortes emo‡äes, liberdade, momentos de lazer e diversÆo, 23 aventureiros partiram no ultimo dia 11 e voltaram dia 18 de novembro de uma expedi‡Æo com destino ao Chu¡. Al‚m da diversÆo a expedi‡Æo foi marcada pelo companheirismo e pela solidariedade. Crian‡as da cidade de SÆo Jos‚ do Norte receberam brinquedos dos expedicion rios durante uma breve passagem pela cidade portu ria. Atravessar a fronteira at‚ Montevideo foi o novo destino, onde em pouco tempo foi poss¡vel conhecer mesmo que rapidamente um pouco da hist¢rica capital Uruguaia.

Liberdade, Emoção e Adrenalina na Expedição ao ChuíA viagem realizada totalmente   beira mar ‚ realmente inesquec¡vel e durante o percurso os aventureiros encontraram animais marinhos, aves, tartarugas, baleias, lobos marinho e muitas embarca‡äes naufragadas. Al‚m das 15 motos foram utilizados 2 Jeeps e um “nibus para dar apoio durante o percurso de mais de 800km.

O evento foi organizado pelo MotoClube Trilheiros Panela de Ararangu  e dentre v rias passagens marcantes os momentos de companheirismo e organiza‡Æo foram os que mais chamaram a aten‡Æo. Alguns participantes pela quarta vez e outros iniciantes, “marinheiros de primeira viagem” como se diz na g¡ria. Vale a pena participar pois a Expedi‡Æo Chu¡ s¢ se vive uma vez.