Depois da vitória no Mundial, Matthieu Lussiana defende a liderança do Brasileiro de Motovelocidade

Líder do Moto 1000 GP vence no Mundial de Superstock 1000

Duas semanas após vencer o GP Goiânia, 5ª etapa do Moto 1000 GP, e ratificar sua liderança na categoria GP 1000 do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, Matthieu Lussiana obteve mais uma importante conquista. Competindo pelo Team Garnier by Aspi, o piloto francês comemorou no último domingo (5) em seu país a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Superstock 1000.

Depois da vitória no Mundial, Matthieu Lussiana defende a liderança do Brasileiro de Motovelocidade

Depois da vitória no Mundial, Matthieu Lussiana defende a liderança do Brasileiro de Motovelocidade

Foi a primeira vitória de Lussiana no Mundial de Superstock, onde atua desde 2008. O pódio da corrida disputada sob chuva na pista de Magny-Cours foi inteiramente francês – seus compatriotas Romain Lanusse e Fabien Foret terminaram a etapa em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Com um quarto lugar no resultado final da corrida, o argentino Leandro Mercado venceu a decisão contra o italiano Lorenzo Salvadori e conquistou o título.

A vitória em Magny-Cours assegurou a Lussiana a terceira colocação na classificação final do Mundial. Seu próximo desafio vai trazê-lo ao Brasil para o GP Curitiba, sexta e antepenúltima etapa, no dia 26 de outubro. A corrida em Pinhais (PR), no Autódromo Internacional de Curitiba, vai abrir reta decisiva da temporada e a lista de pilotos com chances de conquista do título, composta por 17 nomes, deverá ser restrita a pouco menos de 10 participantes.

Quatro pilotos conquistaram vitórias nas cinco primeiras etapas do Moto 1000 GP pela categoria GP 1000, a principal. Lussiana venceu a primeira, em Santa Cruz do Sul (RS), e a quinta, em Goiânia (GO). A segunda, na pista de Interlagos (SP), teve vitória do norte-americano Danny Eslick. Na terceira, em Brasília (DF), o primeiro lugar foi do argentino Diego Pierluigi. A única vitória de um brasileiro foi a de Wesley Gutierrez na quarta etapa, em Cascavel (PR).