Litígio entre Leatt e Pro Tork é resolvido: segunda interrompe a venda do Neck-Brace Pro

Litígio entre Leatt e Pro Tork é resolvido: segunda interrompe a venda do Neck-Brace Pro

Litígio entre Leatt e Pro Tork é resolvido: segunda interrompe a venda do Neck-Brace Pro

A Leatt Corporation dos Estados Unidos, corporação de Nevada, Estados Unidos, com matriz na Cidade do Cabo, África do Sul – e que projetou o Leatt-Brace®, um sistema de protetor cervical desenvolvido para auxiliar a prevenção de ferimentos potencialmente devastadores à coluna cervical (pescoço) ocorridos na prática de esportes motorizados -, anunciou que a Leatt e a Pro Tork. O processo correu em segredo de Justiça no interior do Paraná, sede da Pro Tork.

A questão se refere à alegação de infração pelo Pro Tork Neck Brace sobre os direitos da Leatt em seu Leatt-Brace Moto GPX. Sob os termos do acordo, a Pro Tork encerrou a fabricação e a venda de seu produto Neck Brace Pro internacionalmente, pagando à Leatt uma quantia não divulgada. Mais detalhes da decisão não estão disponíveis para conhecimento público.

O médico Leatt, CEO da Leatt Corporation, disse estar muito satisfeito com o resultado, “A Leatt está muito animada com o desenlace. Não hesitaremos em tomar todas as providências necessárias para defender nossos direitos de propriedade intelectual que protegem o produto em âmbito internacional.”

Toda a ação e negociação foi conduzida pela Lamacchia Advogados, escritório especializado em direito de propriedade intelectual e representante da empresa americana no Brasil, que manejou as ações necessárias à defesa dos direitos da Leatt Corporation no Brasil