Lorenzo arrecada vitória, enquanto os adversários sofrem quedas

Lorenzo arrecada vitória, enquanto os adversários sofrem quedas

Lorenzo arrecada vitória, enquanto os adversários sofrem quedas

O piloto da Fiat Yamaha Jorge Lorenzo alcançou a terceira vitória de 2009 em Indianápolis, enquanto o companheiro de equipa Valentino Rossi e o adversário Dani Pedrosa caíram.

A luta pelo Campeonato do Mundo de 2009 voltou a aquecer no domingo, no Grande Prémio de Indianápolis, onde Jorge Lorenzo conseguiu uma grande vitória e o seu companheiro de equipa Valentino Rossi teve a sua primeira desistência do ano.

Lorenzo cruzou a linha de meta com a uma margem de 9,5s, encurtando para metade a diferença que o separa de Rossi no Campeonato do Mundo, passando de 50 para 25 pontos, com cinco corridas pela frente.

Atrás de Lorenzo ficou o piloto da San Carlo Honda Gresini Alex de Angelis, que conseguiu com uma grande corrida alcançar o seu primeiro pódio da Classe Rainha, depois de partir da quarta posição da grelha.

Nicky Hayden também fez um corrida brilhante a partir da sexta posição da grelha, repetindo o pódio de 2008 em Indianápolis, arrecadando desta vez a terceira posição, o seu melhor resultado com a Ducati. Hayden levou a melhor sobre Andrea Dovizioso, apesar da luta que teve de travar com o homem que o substituiu na equipa da Repsol Honda.

O Campeão do Mundo Valentino Rossi foi ao chão na nona volta, quando lutava pela liderança da corrida com Lorenzo. Apesar da queda, o italiano voltou à pista, mas algumas voltas mais tarde acabou por desistir devido aos danos na sua M1. Foi a primeira vez, desde Valência, em 2007, que Rossi não terminou uma corrida.

Logo na quarta volta, houve ainda uma queda de Dani Pedrosa, quando o homem da pole estava à frente da corrida. O piloto espanhol conseguiu levantar a sua RC212V e regressou à pista, terminando em 10º lugar.

Na quinta posição ficou Colin Edwards (Monster Yamaha Tech3), enquanto James Toseland (Monster Yamaha Tech3) ficou em sexto, beneficiando com a queda de Melandri, e conseguindo repetir o seu melhor resultado de sempre em MotoGP.

O Top Ten incluiu ainda Loris Capirossi (Rizla Suzuki), Mika Kallio (Ducati) e Toni Elias (San Carlo Honda Gresini). Uma referência especial tem de ser feita ao piloto substituto temporário da Pramac Racing Aleix Espargaró, que conseguiu arrecadar três pontos, com a 13ª posição, na sua estreia no MotoGP.