Lorenzo bate Rossi na luta pela pole em Barcelona

Lorenzo bate Rossi na luta pela pole em Barcelona

Lorenzo bate Rossi na luta pela pole em Barcelona

A excelente segunda temporada de Jorge Lorenzo no MotoGP teve continuidade na tarde deste sábado ao garantir a pole position para o GP caseiro no Circuito da Catalunha, batendo Valentino Rossi por 0,013s.

A sessão de qualificação do Grande Prémio Cinzano da Catalunha terminou com Jorge Lorenzo a assegurar a terceira pole da temporada sob um calor abrasador na costa mediterrânica.

A estrela da Fiat Yamaha animou o público com a decoração especial com as cores do Barcelona FC ao garantir a primeira posição da grelha com um tempo de 1m41,974s na 28ª das 29 voltas que efectuou. Uma marca que o colocou à frente do companheiro de equipa Valentino Rossi por 0,013s.

Sem nunca ter ficado fora do pódio na categoria rainha em Montmeló, Rossi deve estar confiante na manutenção desse impressionante recorde no domingo, isto apesar de saber que terá de estar no seu melhor para bater o talentoso jovem espanhol com quem faz equipa.

A completar a primeira linha da grelha está Casey Stoner, que reforçou a mostra de força dos actuais três primeiros classificados do MotoGP. O representante australiano da Ducati rodou a menos de meio segundo de Lorenzo.

Andrea Dovizioso é quase a sensação da categoria rainha neste momento, falhando a primeira linha da grelha por meros 0,168s aos comandos da sua Honda RC212V de fábrica. Mesmo assim, o italiano vai tentar lutar pelo pódio depois de ter terminado muito perto dos três primeiros nas duas últimas jornadas.

Em quinto lugar da grelha em casa, se bem que não sendo um dos seus traçados fortes, está Toni Elías (San Carlo Honda Gresini), que vai tentar melhorar os fracos resultados em Barcelona. Enquanto isto, Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) fechou a lista dos seis mais rápidos e podia até mesmo ter feito melhor não fosse uma queda perto do final da sessão.

Randy de Puniet (LCR Honda) tem se mostrado a bom nível neste fim-de-semana, garantindo esta tarde a sétima posição da grelha mesmo à frente do herói da casa Dani Pedrosa (Repsol Honda), que também sofreu queda ao cair do pano – o espanhol caiu sobre a já lesionada anca, mas parece não ter sofrido mais danos já que deixou o local do incidente pelo próprio pé.

A lista dos dez primeiros contou ainda com James Toseland (Monster Yamaha Tech 3) e Mika Kallio (Pramac Racing), ambos a darem-se bem sob os 38ºC de temperatura apesar das suas proveniências do Norte da Europa.