Lorenzo imparável vence em Silverstone

Lorenzo imparável vence em Silverstone

Lorenzo imparável vence em Silverstone

O terceiro triunfo da temporada de 2010 aconteceu no AirAsia British Grand Prix, onde o piloto da Fiat Yamaha venceu por uma margem de 6.743s. Andrea Dovizioso e Ben Spies completaram o pódio.

O líder do Campeonato do Mundo, Jorge Lorenzo, venceu desde a pole em Silverstone no domingo, conseguindo, assim, aumentar a vantagem na classificação geral para 37 pontos, à frente de Andrea Dovizioso, que terminou a corrida na segunda posição. Ben Spies assegurou o seu primeiro pódio de MotoGP com o terceiro posto.

Lorenzo voou desde a pole position e, com Dani Pedrosa (Repsol Honda) começou imediatamente a lutar pela liderança da corrida, com os dois pilotos a alternarem na frente ao longo das primeiras voltas. Randy de Puniet (LCR Honda), Dovizioso (Repsol Honda) e Nicky Hayden (Ducati Marlboro) estavam também envolvidos em interessante luta, enquanto Casey Stoner (Ducati Marlboro) viu-se relegado para a sexta posição à entrada para a primeira curva.

Marco Melandri não foi feliz nesta corrida, caindo logo na primeira volta, ao contrário do seu companheiro na equipa San Carlo Honda Gresini, que ia conseguindo subir posições.

Lorenzo perdeu pouco tempo até encontrar o ritmo certo e à sétima volta a sua vantagem na liderança da corrida era já de quase cinco segundos. Entretanto, Dovizioso e De Puniet batalhavam pelo segundo lugar, com Hayden sempre no seu encalço. Spies também ia fazendo progressos, conseguindo chegar ao Top 5 e acabando por entrar na luta pelos lugares do pódio.

A meio da corrida, o tempo de Stoner por volta era praticamente igual ao registado pelo líder da corrida, Lorenzo, mas o oitavo lugar que ocupava obrigou-o a abrandar o ritmo para ultrapassar Pedrosa, uma tarefa que não foi fácil. Já na volta 13, o australiano conseguiu finalmente ir para a frente do espanhol, prosseguindo o seu caminho.

Para Loris Capirossi a corrida também terminou cedo, com o piloto da Rizla Suzuki a cair quando tentava passar Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar). Na frente, Dovizioso, De Puniet e Hayden estavam, entretanto, separados por menos de meio segundo, com cada um deles a tentar diferentes tácticas para garantir os dois mais baixos do pódio. Spies acabou também por se juntar ao grupo, enquanto Lorenzo continuava imperturbável na liderança da corrida.

A três voltas do fim, Hayden e Spies conseguiram passar De Puniet e Stoner recuperou a esperança de tentar entrar na luta. O australiano chegou mesmo a conseguir apanhar o francês, conseguindo garantir o quinto posto, num final de corrida de cortar a respiração.

A última volta acabou, assim, por proporcionar um espectáculo arrepiante, com Spies a levar a melhor sobre Hayden na Curva Farm e segurar o terceiro posto até à linha da meta. Com o segundo posto hoje alcançado, Dovizioso garantiu o quarto pódio da carreira e o melhor resultado da temporada. Spies completou o Top 3, naquele que foi o seu primeiro pódio no Campeonato do Mundo.

O par da Ducati Marlboro, Hayden e Stoner, terminou na quarta e quinta posição, depois de boas corridas individuais, com De Puniet a assegurar o sexto posto. O rookie Simoncelli alcançou o seu melhor resultado na Classe Rainha, completando a corrida na sétima posição, enquanto Pedrosa terminou em oitavo. O Top 10 ficou completo com Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) e Aleix Espargaró (Pramac Racing).

De fora da corrida ficou Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP), que se deslocou ao hospital para verificar o seu estado, depois da queda na sessão de warm up da manhã.