Lorenzo junta Brno à lista de vitórias

Lorenzo junta Brno à lista de vitórias

Lorenzo junta Brno à lista de vitórias

O líder do Campeonato do Mundo assinou a sétima vitória de 2010 no Cardion ab Grand Prix Czech Republic – a sua primeira na categoria rainha no circuito de Brno – e dilatou a vantagem para 77 pontos.

A fenomenal forma de Jorge Lorenzo continuou no Cardion ab Grand Prix Czech Republic neste domingo com o piloto da Fiat Yamaha a ganhar a sétima corrida do ano. A partida da primeira linha converteu-se em mais 25 pontos para o espanhol, que manteve o recorde de terminar entre os dois primeiros em todas as corridas até ao momento.

O sol brilhou em claro contraste com os receios de maus tempo se chegaram a fazem sentir antes do início da corrida que contou com 148.000 espectadores no circuito de Brno e Lorenzo encetou desde logo animada batalha com Dani Pedrosa (Repsol Honda) pela liderança.

Houve dois piloto a caírem nos momentos iniciais da corrida, com Loris Capirossi (Rizla Suzuki) e Andrea Dovizioso (Repsol Honda) a irem ao chão nas primeiras três voltas, com o último a conseguir evitar a colisões com várias motos enquanto estava no meio da pista à saída da Curva 9. O italiano voltou à corrida, mas foi obrigado a desistir pouco depois.

Lorenzo e Pedrosa assinaram a volta mais rápida nos momentos iniciais da corrida enquanto estabeleciam o ritmo, mas o líder do Campeonato começou isolar-se, com a dupla bem à frente de Casey Stoner (Ducati Team), em terceiro lugar. Mika Kallio (Pramac Racing) foi outra vítima do azar, voltando a cair.

Os pilotos começaram a ficar mais separados com o aproximar do final da corrida e Lorenzo acabou por terminar com 5,494s de margem sobre Pedrosa, aumentando a vantagem na frente do Campeonato sobre o compatriota para 77 pontos. O piloto da Repsol Honda viu Stoner terminar atrás de si no pódio, mas a quase seis segundos de distância e logrou ascender a terceiro no Campeonato, batendo Dovizioso.

Ben Spies (Monster Yamaha Tech 3) foi quarto depois de se ter estreado na primeira linha de MotoGP. O americano fez uma partida muito positiva e bateu Valentino Rossi (Fiat Yamaha) por pouco mais de quatro segundos. A dupla americana Nicky Hayden (Ducati Team) e Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) terminou nas sexta e sétima posições, respectivamente, com Marco Melandri (San Carlo Honda Gresini Team), Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar) e Randy de Puniet (LCR Honda) a completarem o Top 10.

Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) deu por terminado fim-de-semana frustrante com despiste na última curva da última volta, isto depois de ter passado Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team), que foi 11º.