Lorenzo vence batalha pela pole de Mugello - Grande Prémio Alice de Itália

Lorenzo vence batalha pela pole de Mugello – Grande Prémio Alice de Itália

Lorenzo vence batalha pela pole de Mugello - Grande Prémio Alice de Itália

O líder do campeonato Jorge Lorenzo não se deixou atemorizar pela concorrência e reclamou para si a pole para o Grande Prémio Alice de Itália nesta tarde de sábado em Mugello.

A sessão de treinos pode muito bem ter sido outra e de caris diferente, mas a verdade é que os protagonistas continuaram a ser o mesmos nesta tarde de sábado. Valentino Rossi, Jorge Lorenzo e Casey Stoner transformaram a qualificação de hoje para o Grande Prémio Alice de Itália num verdadeiro espectáculo e do qual também acabou por fazer parte o veterano italiano da Rizla Suzuki.

O final da sessão foi completamente impróprio para cardíacos, com Rossi, à frente da tabela de tempos quase ao cair da bandeira de xadrez, a ver-se relegado para a quarta posição da grelha sem qualquer tipo de cerimónia. Lorenzo, Stoner e Capirossi não mostraram qualquer “respeito” pelo “Rei” de Mugello e reclamaram para si a primeira linha da grelha.

O líder do campeonato e companheiro de equipa de Rossi apresentou-se fortíssimo, sendo o único a rodar abaixo do segundo 49 para assinar novo recorde da pista com um tempo canhão de 1m48,987s. Um resultado que surgiu mesmo ao cair do pano e que representou uma melhoria de quase um segundo face ao tempo que ontem o colocou no topo da tabela da primeira sessão de livres.

Ao lado de Lorenzo, que no ano passado foi apenas sétimo na qualificação em Mugello, vai contar com forte oposição à partida, já que Casey Stoner garantiu o segundo posto, enquanto o veterano da casa Loris Capirossi logrou assinar a terceira posição. O australiano da Ducati, que já tinha sido o mais rápido na sessão desta manhã, ficou a meros 0,021s do espanhol, enquanto o transalpino da Rizla Suzuki ficou a 0,134s, garantindo desta forma que fossem três as marcas diferentes na primeira linha.

Enquanto isto, o “Rei” de Mugello teve de se contentar com a liderança da segunda linha da grelha. No entanto, os apenas 0,161s a que ficou do companheiro de equipa da Fiat Yamaha, Lorenzzo, mostram que tem os argumentos necessários para rodar em busca do que pode ser a oitava vitória consecutiva em casa.

Com ritmo também forte ficaram o gaulês Randy de Puniet com a sua LCR Honda, enquanto o norte-americano Colin Edwards (Monster Yamaha Tech3) fecha a segunda linha. Os dois pilotos terminaram a sessão com andamentos muito semelhantes, ambos a pouco mais de meio segundo da pole.

O piloto da casa Andrea Dovizioso foi o último a rodar no segundo 49, o que lhe valeu a sétima posição da grelha e o melhor resultado da oficial Repsol Honda, já que bateu o companheiro de equipa Dani Pedrosa por 0,425s, o que obriga o espanhol a largar para o Grande Prémio Alice de Itália de amanhã do oitavo posto da grelha depois de ter garantido um tempo a pouco mais de um segundo do rival Lorenzo.

A fechar a lista dos dez primeiros ficaram o regressado à San Carlo Honda Gresini, Toni Elías, e o estreante nipónico da categoria rainha Yuki Takahashi (Scot Racing Team MotoGP).