Lucas Moraes e o Motocross Americano

Vivendo e aprendendo-Uma nova “ferramenta” tem sido usada pela equipe que acompanha Lucas Moraes nos Estados Unidos:a vassoura.

O “gate”, local onde os pilotos alinham as motos para a largada, tem chÆo de concreto que, com a areia, fica bastante liso. “Quando uma moto sai ela espalha areia e o piso fica escorregadio, prejudicando a aderˆncia dos pneus. A £nica op‡Æo ‚ varrer o local quando chega a sua vez de largar”, afirmou Lucas. Ele continuar  os treinos nesta semana e depois viaja para Gainsville, ao norte da Fl¢rida, local da pen£ltima etapa do Winter AM. Lucas nÆo vai participar da £ltima etapa porque precisar  voltar ao Brasil devido ao in¡cio das aulas.

Profissionaliza‡Æo – A temporada de inverno de motocross ‚ dividida em cinco etapas, disputadas nos fins de semana, e Lucas Moraes vai participar de trˆs delas ao todo. A estr‚ia do jovem piloto na competi‡Æo ocorreu nos dias 15 e 16, em Waldo, ao Norte de Orlando. Ele largou em duas categorias: 125cc C e 125cc de 13 a 15 anos (pilotos que j  estÆo sendo “analisados” pelas f bricas; nos EUA a profissionaliza‡Æo s¢ ocorre depois dos 16 anos).

No primeiro dia Lucas correu com outros 33 pilotos com idade at‚ 15 anos e terminou na 13a coloca‡Æo, mesmo tendo sofrido uma queda. Na outra categoria alinharam 40 pilotos e o brasileiro obteve o sexto lugar. No domingo Lucas foi desclassificado por ter saltado enquanto a bandeira amarela estava sendo agitada, e na categoria at‚ 15 anos ficou em 11o . As provas do Winter AM sÆo disputadas em ritmo intenso, com 26 baterias, cada uma com apenas cinco voltas, o que obriga os pilotos a acelerarem forte desde a largada at‚ a bandeirada final.

Novidade – A competi‡Æo norte-americana possui algumas caracter¡sticas pr¢prias e os pilotos encontram apenas o b sico para poder mostrar o que sabem. Os organizadores disponibilizam a equipe m‚dica e cronometragem, que ‚ feita manualmente e depois digitada em computador. P¢rticos e placa de propaganda nÆo existem. Outra caracter¡stica ‚ a distribui‡Æo do resultado: cada piloto pode ter uma c¢pia, mas deve desembolsar US$ 1,00 pela folha.