copa-efx

Luís Oliveira vence segunda consecutiva na Copa EFX Brasil

Com terreno encharcado, a segunda etapa da Copa EFX Brasil foi exigente e muito técnica, mas as dificuldades climáticas não atrapalharam Luís Oliveira na defesa da liderança da temporada nas categorias Geral e Elite. A prova aconteceu Ribeirão Pires (SP), passado um hiato de dois anos, e o piloto português obteve sua segunda vitória nas duas etapas realizadas até então. A terceira etapa da Copa EFX Brasil será realizada no dia 4 de junho em Itatinga (SP).

Depois de vencer a segunda consecutiva na Copa EFX Brasil, Luís Oliveira segue na defesa da liderança da temporada nas categorias Geral e Elite

Depois de vencer a segunda consecutiva na Copa EFX Brasil, Luís Oliveira segue na defesa da liderança da temporada nas categorias Geral e Elite

“Foi bem diferente da primeira etapa, mas o campeonato é assim. No Enduro Teste era impossível não escorregar, mas isso aconteceu com todo mundo. Eu tentei ser o mais rápido possível ao ultrapassar essas dificuldades. É uma corrida curta, não dá para descuidar, qualquer queda faria diferença”, avaliou Oliveira. Com o mau tempo, as três voltas programadas foram mantidas, mas os trechos cronometrados precisaram ser reduzidos de três para dois, permanecendo um Cross Teste e um Enduro Teste.  O sol até apareceu durante a competição, mas a chuva dos dias anteriores deixou o percurso molhado, desta forma a organização precisou ajustar as especiais e os competidores tiveram trabalho dobrado, especialmente nas trilhas em mata fechada.

Mais resultados da Copa EFX Brasil em Ribeirão Pires

Apesar de andar próximo do adversário durante quase toda prova, o piloto Rômulo Bottrel cometeu um erro deixando escapar a chance de brigar pela vitória. O mineiro ficou com a segunda colocação da Elite a cerca de 32 segundos do português. Repetindo a corrida de abertura do campeonato, Bruno Crivilin completou o pódio da Elite, seguido de Júlio César Ferreira e Vinícius Lopes da Silva. Na EJúnior, a disputa permanece equilibrada. Gabriel Soares venceu a etapa à frente de Vinícius Calafati e agora ambos seguem igualados na pontuação. Apenas um segundo decidiu a vitória da E3, onde Rafael Silvestre encerrou à frente de Nicolas Rodriguez. Experiente nas trilhas da região, Nielsen Bueno venceu mais uma na Over 35 e destacou a estreia da nova cronometragem que possibilita acompanhar os resultados em tempo real pela internet. Na categoria E6, para novatos, vitória para João Paulo Fornazari.

Rômulo Bottrel cometeu um erro deixando escapar a chance de brigar pela vitória. O mineiro ficou com a segunda colocação da Elite a cerca de 32 segundos do português

Rômulo Bottrel cometeu um erro deixando escapar a chance de brigar pela vitória. O mineiro ficou com a segunda colocação da Elite a cerca de 32 segundos do português

Nas demais categorias os vencedores foram: Patrik Capila (E1), Bruno Martins (E4), Júlio César Pereira (Over 45), Washington Caipira (Over 50), Murilo Silveira (Novato E5), Yan Bueno (E CRF 230F), Ricardo Dal Fabbro (Trilheiros Importada), Leo Kauffmann (Trilheiros Nacional) e Janaína Souza (Feminina).

Bruno Martins venceu mais uma e segue invicto na classe E4

Bruno Martins venceu mais uma e segue invicto na classe E4

Elite
1. Luís Miguel Anjos Oliveira, 0:15:37.78
2. Rômulo Bottrel, 0:16:10.69
3. Bruno Crivilin, 0:16:24.77
4. Júlio César Ferreira Eliziário, 0:16:40.44
5. Vinicius Luis Lopes da Silva, 0:18:04.11

Júnior
1. Gabriel Lucas Soares, 0:16:47.87
2. Vinícius Calafati Ribeiro, 0:17:01.64

E1
1. Patrik Capila, 0:17:12.82
2. Júlio César Zavatti, 0:17:56.13
3. Victor Camargo Miranda, 0:18:16.11
4. Washington Pereira Silva, 0:18:25.61
5. Rodrigo Matavelli Pagano, 0:19:41.65

A próxima etapa da Copa EFX Brasil será realizada no dia 4 de junho em Itatinga (SP)

A próxima etapa da Copa EFX Brasil será realizada no dia 4 de junho em Itatinga (SP)

E2
1. Renan Bueno da Silva Filho, 0:19:25.92
2. Vitor Fischer Valente, 0:19:33.23
3. Nelson Cruciani Neto, 0:20:27.32
4. Felipe Lima, 0:20:39.14

E3
1. Rafael Pasqua Silvestre, 0:18:44.73
2. Nicolas Rodriguez Rodriguez, 0:18:45.81
3. Marcio Leandro Spaca Di Paolo, 0:19:07.43
4. Vitor Hugo Lage Souza, 0:19:39.41
5. Flavio Yatsugafu, 0:24:45.62

E4
1. Bruno Batista Martins, 0:17:46.62
2. Vitor Martins Menino, 0:19:21.22
3. Fabrício Lasmar Silva, 0:19:41.01
4. Yuri de Menezes Alves Magalhães, 0:20:47.29
5. Luiz Fernando Urtado Martins, 0:21:14.64

Over 35
1. Nielsen Bueno, 0:17:35.17
2. Marcos Pereira Betencorte, 0:17:59.93
3. Luciano de Menezes, 0:19:57.29
4. Igor Linhares Machado, 0:20:23.77
5. Icaro Sapiensa, 0:25:54.00

Over 45
1. Júlio César Pereira, 0:22:11.92
2. Fabio Bizarria, 0:22:18.46
3. Jonas Colantonio, 0:23:27.27
4. Marcelo Ravagnani, 0:26:04.01
5. Mauricio Rodrigues de Morais, 0:26:13.26

Over 50
1. Washington Caipira, 0:21:20.23
2. Jefferson Colantonio, 0:22:06.37
3. Júlio Figueiredo, 0:26:09.26
4. Jesus Rodrigues, 0:26:20.41
5. César Augusto Curi Menconi, 1:03:08.17

E5
1. Murilo Silveira Rodrigues, 0:20:26.44
2. Marcos de Ulhoa Canto Gebhardt, 0:20:56.34
3. Caio Zanettin, 0:22:54.61
4. Matheus Bordin, 0:25:43.57
5. Evandro Lopes Amorim, 0:26:15.31

E6
1. João Paulo Fornazari, 0:20:58.37
2. Reinaldo Muniz de Almeida, 0:23:45.74
3. Gilmar da Silva Júnior, 0:24:15.97
4. Cristiano Adriano Ferreira, 0:25:34.45
5. Wesley Silva, 0:26:03.55

E CRF 230F
1. Yan Bueno Proque, 0:20:37.49
2. Edmilson Júnior, 0:21:23.59
3. Leandro da Silva Oliveria, 0:21:59.90
4. Olacir Pontieri Filho, 0:22:06.48
5. Marcos Adriano Ferreira, 0:22:48.90

Feminina
1. Janaína Souza, 0:27:34.16
2. Bárbara Neves Gonzaga, 0:31:29.39
3. Aline Gorgulho, 0:52:13.73
4. Lucianna Timm Tripaseca, 2:50:14.86
5. Cristiane Goya, 2:58:40.00

Trilheiros Importada
1. Ricardo Dal Fabbro, 0:23:17.39
2. Luiz Ciocchi Almeida Melo, 0:29:08.59
3. Willian Almeida Jr., 0:29:47.89
4. Alex Sandro de Aguiar, 0:31:00.41
5. Felipe Vilas Bôas Silva Santos, 0:35:17.85

Trilheiros Nacional
1. Leo Kauffmann, 0:25:49.94
2. Jônatan Henrique Mazini, 0:27:51.17
3. David Roger Lunardi, 0:29:25.87
4. Marcelo de Oliveira Fernandes, 0:30:22.07
5. Aluizio Donizete de Jesus, 0:31:46.75

Resultado por Equipes

1. Honda Racing Enduro Team, 0:49:06.09
1. Luis Miguel Anjos Oliveira
4. Julio César Ferreira
7. Gabriel Lucas Soares

2. Orange BH KTM Racing, 0:49:48.28
2. Rômulo Bottrel
3. Bruno Crivilin
14. Patrik Capila

3. Sacramento Racing, 0:52:52.92
6. Vinicius Calafati Ribeiro
33. Nielsen Bueno
8. Victor Camargo Miranda

4. Honda Motofield, 0:55:17.28 
9. Júlio César Zavatti
34. Marcos Pereira Betencorte
30. Vítor Martins Menino

5. Rinaldi ASW Zanol Team, 0:57:05.37
25. Bruno Batista Martins
5. Vinicius Luis Lopes da Silva
29. Luiz Fernando Urtado Martins

Separador_motosFonte: Publix Comunicação; Mundo Press



Jornalista gaúcho convicto de que um passeio de moto em um dia de sol é a cura para praticamente todos os males da vida. Fã de motoaventurismo, competições de moto, café, praia e de rock n roll.