Foto: Rolamento da direção - Bitenca

Luz que queima motor, Instabilidade insistente, Porque bateria ou escapamento especificados, Ninguem troca Twister por CB300, Spoiler para que,

Foto: Rolamento da direção - Bitenca

Foto: Rolamento da direção - Bitenca

Sou novato no mundo das motos e estou considerando comprar uma Fazer 2011 por recomendação de um amigo. Entretanto, outro amigo me disse que moto com injeção eletrônica é cheia de frescura e que tem que esperar uma luz acender no painel pra dar partida ou ela queima o motor. Isso procede?

R: Não é bem assim Leonardo. De fato você deve aguardar uns três segundos, como nos automóveis, para a bomba ganhar pressão para então dar partida no motor. Se você não esperar e dar na partida no momento que liga o contato a moto demora a pegar pois de qualquer maneira a pressão do combustível deve atingir o nível necessário para a injeção funcionar e isso leva algum tempo. Um detalhe que não traz nenhum outro efeito, que não seja o tempo que o motor de partida vira em vão até que a pressão atinja o nível necessário. Alguns motores têm circuitos que não permitem a partida nesses casos pois há perda de energia da bateria e um uso excessivo do motor de arranque.
Portanto essa é apenas a maneira correta de ligar um motor com injeção eletrônica, uma boa prática que vai lhe proporcionar uma vida mais longa
desses componentes. Abraços.


Olá. Já é a segunda vez que escrevo sobre o mesmo problema que venho passando com a minha moto, uma Hunter 100cc: caí com ela no ínicio de janeiro, tive um grande gasto para consertá-la e desde que a moto voltou às minhas mãos, tenho percebido instabilidade na pilotagem,
tanto em linha reta quando em curvas. O Bitenca já me respondeu que a moto poderia estar desalinhada, coisa que constatei fazendo o teste
sugerido por ele. Levei-a de novo à oficina Motomoto, autorizada Sundown onde a moto foi comprada e onde a levo para reparos. Após os ajustes, a moto ficou ótima. Decorridos cerca de sete dias, o problema da instabilidade voltou. Retornei à loja, resolvido novamente, o problema volta após um período igual de tempo. Retornei com a moto para fazer a revisão de 1000km e relatei a nova ocorrência do problema. Foi feito novo ajuste, a moto ficou boa de novo, mas já está de novo apresentando instabilidade. Tenho que andar com cuidado e baixa velocidade, pois qualquer imperfeição no asfalto, por menor que seja, já faz com que a motinho tome vida própria. Antes, sentia essa instabilidade maior na roda traseira, agora, vejo que está maior na parte dianteira da moto. A sensação é de que o guidão vai sozinho em reação às diferenças do piso e parece que a moto “escorrega” quando há um “degrau” no asfalto, como uma diferença mínima de altura entre as faixas de circulação. E qualquer pedrisco, por menor que seja, já é um convite à queda. Já foi constatado que o chassi não está empenado. Os mecânicos da oficina já andaram na moto, comigo na garupa, numa dessas vezes e sempre dizem a mesma coisa: que minha moto não tem nenhuma diferença para uma moto 0km. Mas não é o que percebo. A moto não tem “jogo” na roda traseira, nenhum balanço ou folga que possa ser o culpado. O que fazer? Daniel 27, Campo Grande MS

Foto: Cilindro maior - Bitenca

Foto: Cilindro maior - Bitenca

R: Daniel, pela sua descrição o problema parece ser de alguma peça ou conjunto que se solta e adquire folga ou flexão durante o uso. Minha intuição vai no sentido do cubo de rolamentos da direção, mas pode ter outro motivo.
Alguma coisa os mecânicos fazem que resolve temporariamente o problema, porém ele volta a aparecer. Tente abrir esse jogo com eles e veja se não há uma solução definitiva para isso.
Boa sorte


Bom dia, estou precisando trocar urgentemente a bateria da minha GS500, pois não aguento mais ficar dando tranco na moto!!! As especificações da bateria original da GS são: 12V 11ah. Minha dúvida é, se eu colocar uma bateria de 12V porem com uma amperagem de 7ah, pode ocorrer alguma problema?! Obrigado

R: Danilo, o problema é que provavelmente você vai voltar a empurrar a moto muito em breve, em algum momento a bateria passará a não fornecer mais a corrente suficiente para dar a partida. Essa numeração indica quantos amperes a bateria fornece em uma hora de uso, sem recarregar. No caso, uma bateria de 11 amperes por hora tem muito mais energia armazenada do que uma de 7, não é mesmo?
A especificação de fábrica garante o funcionamento e compatibilidade com o resto do circuito elétrico da sua moto. O gerador, regulador de voltagem e retificador também vão sofrer as conseqüências, tentando repor e manter a bateria com sua carga máxima e eventualmente podem apresentar defeitos.
Procure um pouco mais, pela bateria correta da sua moto. Vale a pena.
Abraços,


Olá! Estou pegando uma Honda Titan Fan 150 modelo 2010, gostaria de saber se posso trocar o escapamento preto fosco por aquele todo niquelado original da Titan 150 2008? Nilson, 38, Buritizeiro, MG.

R: Infelizmente não pode, Nilson. O motor não vai funcionar direito. Uma tem injeção eletrônica e a outra não, as peças são incompatíveis.
Abraços,


Olá! Gostaria de saber se vocês sabem de alguem que já colocou o cilindro da CB300r na Twister?, por que fui à uma autorizada da Honda na minha cidade e me disseram que nao dá por varios motivos, só que eu nao acreditei, eu acho que eles foram orientados pela Honda, por que se não ninguem vai trocar a twister pela CB300r Obrigado!!! Otávio, 26, Varginha, MG

R: Realmente não dá Otávio. A biela é mais longa para que a saia do pistão possa ser maior também, isso para que a durabilidade do motor seja maior, há mais suporte para as forças laterais do pistão. Não foi simplesmente aumentado o diâmetro do pistão, ele também é mais alto e por isso a biela
teve que ser alongada, a junção do cilindro com as carcaças também é diferente inviabilizando seu projeto. Porém há kits que aumentam a cilindrada da Twister, mas paga-se o preço na durabilidade menor, porque as saias do pistão tem o mesmo comprimento da Twister normal e quando se
aumenta o diâmetro essas forças se multiplicam e o pistão se desgasta prematuramente em comparação ao pistão original ou o da CB300.
Abraços.


Prezado Bitenca. Gostaria que por favor me esclarecesse uma dúvida, talvez pela minha ignorância eu não sei para quê sirva, mas , afinal, qual a finalidade de um Spoiler na moto? Tenho visto muitas Twister e Fazer onde o pessoal coloca esse acessório, mas não sei para que serve. Poderia me explicar? Um abraço ! Luiz, 35, Rio de Janeiro, RJ.

R: Luiz, o spoiler que você se refere deve ser aquele por baixo do motor. Ele recolhe o vento que passaria por baixo da moto e direciona ao cilindro,
ajudando na refrigeração. Em motos com radiador na frente do motor essa função resulta ser de maior importância, mas nas pequenas, acho que é mais um item de importância mais estética do que funcional, mas de fato tem a sua utilidade também.
Abraços.