Piloto entra para a história como o último vencedor na pista de Jacarepaguá

Maico Teixeira entra para história com vitória em Jacarepaguá

Piloto entra para a história como o último vencedor na pista de Jacarepaguá

Piloto entra para a história como o último vencedor na pista de Jacarepaguá

Na última corrida do SuperBike Series no tradicional Autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, o piloto da Equipe Honda Mobil de Motovelocidade, Maico Teixeira (#36), esteve impecável e conquistou a segunda vitória na competição. José Luiz Teixeira, o Cachorrão (#51), também teve ótimo desempenho e não poupou esforços para cruzar a bandeira quadriculada na terceira posição e garantir mais uma vez um lugar no pódio.

Pole position da nona rodada, Maico perdeu a primeira colocação logo após a largada. Porém, não demorou muito para o gaúcho de Alvorada (RS) recuperá-la. Em um duelo com Danilo Andric (#64), Maico levou a melhor e voltou a ponta ainda na segunda volta. Assim em diante, o piloto Honda acelerou forte e abriu mais de 7 segundos para o segundo colocado. Tranquilo, venceu mais uma e sustentou a liderança do Elf SuperBike, agora com 85 pontos. “Tive um bom rendimento durante todo o fim de semana. Apesar de conseguir uma boa vantagem, foi uma corrida muito difícil e desgastante. Estava muito quente,” coloca.

A vitória de Maico Teixeira no circuito de 3.047 metros de extensão coloca o piloto Honda na história do Autódromo de Jacarepaguá, que sediou neste domingo (22) a última corrida de motovelocidade. Ainda neste ano, a pista será destruída para construção do Parque Olímpico dos Jogos de 2016. “Foi uma vitória muito importante para minha carreira. O autódromo vai ser demolido, mas minha vitória vai ser lembrada. Hoje gravei o meu nome entre os vencedores de Jacarepaguá. Sempre gostei de andar aqui e hoje fui muito feliz”, complementa.

Além de Maico, Cachorrão vez uma grande corrida de superação. Após estar em segundo, o paulista de Indaiatuba (SP) cometeu um erro na 11ª volta e perdeu três posições. Porém, o piloto Honda não desistiu. Ultrapassou dois adversários e finalizou em terceiro, conquistando mais um bom resultado. “O erro foi meu, mas são coisas que acontecem. Estava bastante empolgado e acabei perdendo o tempo de freada no fim da reta. Mas consegui me recuperar e chegar em terceiro. O importante foi ver o Maico bem e ganhando a prova”, destaca.

O terceiro lugar de Cachorrão garantiu ao paulista mais um lugar no pódio, fato que tem se tornado constante na carreira do piloto. “Devo este trabalho a toda equipe que acredita em mim. Disputo os treinos e as corridas para ganhar. Respeito todo os pilotos, mas quero ser o melhor e brigo até o fim”, finaliza.

Resultado – 9ª etapa SuperBike Series (extra-oficial)

1- #36 Maico Teixeira
2- #17 Danilo Lewis
3- #51 José Luiz Cachorrão
4- #90 Alecsandre Doca
5- #64 Danilo Andric