Foto: Em algum lugar de Piauí

Manual do Viajante Solitário, de José Albano, chega às livrarias

Foto: Em algum lugar de Piauí

Foto: Em algum lugar de Piauí

Publicação desmistifica os perigos da viagem de moto, além de trazer imagens belíssimas dos caminhos percorridos pelas estradas brasileiras ao longo de 20 anos

Lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no último 14 de agosto, o MANUAL DO VIAJANTE SOLITÁRIO (Terra da Luz Editorial, 2010. 112p) é o segundo livro de José Albano, um dos maiores nomes da fotografia no Ceará e motoqueiro há 27 anos.

A obra, patrocinada pelo Banco do Nordeste, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultural, não é uma narrativa de viagens.

É, antes de tudo, um manual prático com dicas para explorar as estradas sobre duas rodas. Traz fotos belíssimas de estradas percorridas ao longo de 20 anos. A da primeira viagem, em 1988, na página 37 do livro, foi feita na BR-222, na descida de Tianguá, no Maciço da Ibiapaba, Ceará.

O autor procura desmistificar as viagens de moto, o perigo que a ela é atribuída e, assim, reduzir o medo e a ansiedade ligada ao uso da moto nas estradas. “É mais perigoso usar a motocicleta na cidade do que na estrada”, comenta. “Quero dar a boa notícia de como tenho me dado bem com o meu estilo despojado de viajar”, diz no prefácio “Moto de viagem?”.

Foto: Auto retrato

Foto: Auto retrato

Para Albano, a melhor moto para viajar é a pequena, a comum, pois ela é mais barata,
mais econômica, mais leve e tem mecânico e peça em qualquer lugar. “E tem outra vantagem, a moto pequena corre pouco, então é menos perigosa”, continua.

Dividido em capítulos que proporcionam uma espécie de diálogo com o leitor, a obra traz questões, como: “Por que uma 125cc?”, “E as viagens?”, “E o desconforto?”, “E o medo?”, “E a manutenção?”, “E os perigos?”, entre outras perguntas que levam o leitor às linhas seguintes, para saber as resposta de José Albano, que são apresentadas em uma linguagem coloquial, como uma boa conversa entre motociclistas.

Para àqueles que o abordam, valorizando a coragem em enfrentar as estradas sobre uma motocicleta, Albano responde: “Coragem é a sua de ver a vida passar dentro de casa! Como
é que você tem coragem de gastar a vida desse jeito?”

O livro é dedicado a J.E.R.M.L. Quem é? Nem José Albano sabe. Mas estava em um monumento erguido a esse motoqueiro falecido na estrada, nas proximidades de Icó, no Ceará. Como José Albano sabia que era motoqueiro? Tinha uma moto vermelha desenhada. Entre os vivos, o autor dedica o livro a Amarílio Rebouças, o “Bigode”, o mecânico da moto desde seus primeiros quilômetros até hoje e grande incentivador.

LINKS: www.manualdoviajantesolitario.wordpress.com

QUEM É JOSÉ ALBANO – Nascido em Fortaleza, Ceará, em 1944, José Albano é fotógrafo desde 1967, quando cursava Letras na Universidade Federal do Ceará. Mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou na Manchete Press Agency, agência de notícias da Editora Bloch (1969-1970). Com bolsa da Comissão Fulbright, estudou nos Estados Unidos, onde obteve o mestrado em Fotografa para os Meios de Comunicação na Syracuse University, em Nova York. Exerceu o fotojornalismo percorrendo os Estados Unidos, o Canadá e mais 12 países da Europa.

De volta ao Ceará, trabalhou na Escala Publicidade durante cinco anos até abrir seu próprio estúdio, onde passou a fazer fotografia profissional para o comércio e indústria cearense, ilustração fotográfica de livros, restauração e reprodução de fotos antigas, retratos, documentação da paisagem, ecologia e turismo no estado do Ceará.

Faz fotografia de expressão pessoal documentando o movimento alternativo em todo o Brasil, as viagens de motocicleta e os meninos do Projeto Albanitos. Seu trabalho autoral foi publicado no livro “José Albano 40 Anos de Fotografia” (Terra da Luz Editorial, 2009). Foi contemplado com dois prêmios pelo conjunto da sua obra. Faz documentação fotográfica, junto ao seu irmão Maurício Albano, para o projeto “Comida Ceará”, do Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura. “E continuo fotografando tudo o que me interessa na vida… e não é pouco!”

SERVIÇO – Manual do Viajante Solitário – Rodando de 125cc nas estradas do Brasil
Autor: José Albano
Editora: Terra da Luz Editorial – Preço: R$ 45,00
Páginas: 112 – Formato: 24 x 18 cm – Capa Dura
À VENDA NAS LIVRARIAS SARAIVA E CULTURA E PELO SITE www.terradaluzeditorial.com.br