Unmaratonatitled

Maratona Universitária da Eficiência Energética começa no Kartódromo de Interlagos

 Professores e alunos de 25 instituições brasileiras de ensino superior passarão o feriado de 12 de outubro de uma forma bem diferente este ano. Muitos estão na estrada desde domingo para disputar a oitava edição da Maratona Universitária da Eficiência Energética, única prova da América Latina dedicada aos protótipos de economia, desenvolvidos com o menor impacto ambiental possível. O Kartódromo de Interlagos receberá os competidores de amanhã até a próxima sexta-feira.Estarão na pista 51 veículos, sendo 19 carros elétricos, 14 modelos a etanol e 18 movidos à gasolina. Os participantes, mais de 500 pessoas, representarão oito estados brasileiros: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia e Maranhão.

A cada ano, as equipes surpreendem com novas soluções em projeto, eletrônica e materiais alternativos. A meta é bater os recordes atuais de consumo da Unicamp (367 km/l a gasolina), Anhembi Morumbi (140 km/l a etanol) e Federal de Itajubá (39,6 km com a carga da menor bateria de moto, sem regeneração). Fora da pista, a organização também premiará os protótipos com as melhores soluções em sustentabilidade, engenharia e design.

“Estamos cuidando de cada detalhe para realizar mais uma grande edição. Os professores e alunos dedicam vários meses do ano à competição e procuramos retribuir essa atenção da melhor forma. É uma satisfação ver a prova atingir esse nível, estar entre as maiores do mundo e atrair equipes de tão longe. E pensar que, no primeiro ano, alinhamos apenas 11 carros, feitos por seis universidades”, comemora o organizador Alberto Andriolo.

Regulamento da Prova
Os protótipos a gasolina e etanol têm direito a três tentativas para estabelecer a sua marca de consumo, com 12 voltas cada. A classificação considera o melhor resultado, desde que mantenham uma velocidade média mínima de 24 km/h. Os veículos elétricos recebem uma bateria padrão (12V 4Ah) em cada uma das três saídas. O campeão será aquele que completar mais voltas com uma velocidade média mínima de 15 km/h. A distância percorrida é usada como desempate.

Programação – Quarta-feira – 12/10
8 às 9 horas: Treinos Livres
A partir das 9h30: Primeira tentativa das categorias gasolina e etanol
A partir das 12 horas: Primeira tentativa dos veículos elétricos

Quinta-feira – 13/10
8 às 9 horas: Treinos Livres
A partir das 9h30: Primeira tentativa das categorias gasolina e etanol
A partir das 12 horas: Primeira tentativa dos veículos elétricos

Sexta-feira – 14/10
8 às 9 horas: Treinos Livres
A partir das 9h30: Primeira tentativa das categorias gasolina e etanol
A partir das 12 horas: Primeira tentativa dos veículos elétricos
15 horas: Premiação e encerramento

A Melhor Premiação Universitária
Realizada desde 2004, a Maratona Universitária da Eficiência Energética é a quarta maior competição do gênero no mundo e a única organizada na América Latina. A oitava edição terá o patrocínio da Fiat Automóveis, Fiat Powertrain, NSK Rolamentos e Radix Engenharia e Software, além de apoio da Tramontina Pro, Baterias Heliar e VZAN.

É a prova estudantil com a melhor premiação do país. As duas universidades que alcançarem o menor consumo (em cada categoria) ganharão veículos para uso didático. As terceiras colocadas receberão três motores cada. Todos os alunos integrantes das três equipes que desenvolverem os melhores projetos levarão conjuntos de ferramentas profissionais para casa.

Universidades Confirmadas
Bahia – UESC (estreante).
Maranhão – UEMA (estreante, virá apenas a equipe, sem o carro).
Rio de Janeiro – UFRJ (estreante).
Minas Gerais – UFMG, CEFET e UNIFEI.
São Paulo – Anhembi Morumbi, Mauá, Mackenzie, UNIBAN, UNICAMP, USP Politécnica, USP São Carlos, UNIFEB (estreante) e UNIFEV (estreante). 
Paraná – UNIOESTE e UTFPR.
Santa Catarina – UFSC E3 Florianópolis, UFSC CEM Joinville e UNIVILLE.
Rio Grande do Sul – UFRGS, FURG, UFSM, CTISM e UNIPAMPA (estreante).