destaque

Marc Coma com a mão na taça do pentacampeonato

Australiano Toby Price comanda a especial do dia e o ponteiro Marc Coma faz prova sem riscos, controlando a vantagem no acumulado, visando ao pentacampeonato na maior prova off road do planeta.

Tobi Price é o vencedor da penúltima etapa do Dakar 2015 - foto: DPPI

Toby Price é o vencedor da penúltima etapa do Dakar 2015 – crédito: DPPI

O Rally Dakar 2015 caminha para o seu final com o título das motos praticamente definido. O espanhol Marc Coma, da KTM, segue a passos largos rumo ao pentacampeonato da categoria. Após ver seu principal rival Paulo Gonçalves (POR), da Honda, ser penalizado na etapa anterior, o tetracampeão da prova foi para disputa da 12ª e penúltima etapa, nesta sexta-feira (16), com uma vantagem de 21 minutos. Por isso, fez a especial do dia sem correr riscos. Ele terminou o trecho cronometrado de 298 quilômetros, de Termas de Rio Hondo a Rosário, na Argentina, na sexta colocação. A vitória ficou com o estreante Toby Price (KTM), australiano de 27 anos, com o tempo total de 3h19min04s.

Roteiro do Rally Dakar 2015

Roteiro do Rally Dakar 2015

Entenda a punição: depois de tirar dois minutos do líder na 11ª etapa e ficar a apenas cinco minutos do piloto da KTM, Paulo Gonçalves recebeu um balde de água fria. O português da Honda foi penalizado pela organização em 16 minutos, por troca de motor após a 10ª etapa. Além dele, Joan Barreda, vencedor da especial de ontem também foi punido, porém em 45 minutos, uma vez que efetuou a troca de motor pela segunda vez na competição, e perdeu o primeiro lugar no trecho cronometrado.

Com as punições aos pilotos Honda, Marc Coma tem tudo para conquistar o pentacampeonato. O espanhol lidera a categoria com o tempo total de 41h43min03s, mais de 21 minutos de diferença para o segundo colocado Paulo Gonçalves. O australiano Toby Price (KTM) é o terceiro, 31min43s atrás do ponteiro, seguido do chileno Pablo Quintanilha (KTM).

Líder até o início da oitava etapa, quando teve problemas mecânicos e viu a oportunidade de seu primeiro título ir embora, Joan Barreda tenta finalizar o Dakar com classe. O espanhol da Honda completou o trajeto de hoje em segundo, 1min55s atrás do vencedor. Paulo Gonçalves, até então o único competidor que poderia enfrentar Coma, foi o terceiro. O português está 17min49s atrás do ponteiro espanhol na classificação geral.

O Top 5 da 12ª etapa reuniu dois eslovacos, que têm até agora mantido a regularidade na 37ª edição da prova. Depois de vencer na quinta-feira pela primeira vez uma especial do Dakar, o dia seguinte de Ivan Jakes (KTM) foi finalizado com um quarto lugar, uma posição a frente de seu compatriota Stefan Svitro (KTM).

Jean Azevedo, único brasileiro na categoria motos, continua firme na disputa e conquistou nesta sexta-feira sua melhor colocação em 2015. Ele finalizou o trajeto na 14ª posição, 14min40s atrás do líder da etapa. O piloto da Honda South America Rally Team está em 21º no geral.

13ª etapa: A última etapa do Rally Dakar 2015 terá como destino Buenos Aires, capital da Argentina. Até lá, os participantes das motos terão 251 quilômetros de percurso total, sendo 174 km de trechos cronometrados.

Resultados extraoficiais – 12ª etapa – Motos
1º Toby Price (AUS) #26 (KTM) 3h19min04s
2º Joan Barreda (ESP) #2 (Honda) +1min55s
LogoDakar3º Paulo Gonçalves (POR) #7 (Honda) +3min02s
4º Ivan Jakes (SVK) #21 (KTM) +3min08s
5º Stefan Svitko (SVK) #18 (KTM) +5min01s
14º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +14min40s

Classificação geral extraoficial após doze etapas – Motos
1º Marc Coma (ESP) #1 (KTM) 45h08min32s
2º Paulo Gonçalves (POR) #7 (Honda) +17min49s
3º Toby Price (AUS) #26 (KTM) +25min18s
4º Pablo Quintanilla (CHL) #31 (KTM) +36min57s
5º Stefan Svitko (SVK) #18 (KTM) +46min43s
21º Jean Azevedo (BRA) #24 (Honda) +6h31min03s

Seleção de fotos da 12ª etapa:

Dakar_01_16_01

Dakar_02_16_01

Dakar_03_16_01

Dakar_04_16_01

Dakar_06_16_01

Dakar_05_16_01

dakar