Márquez e Rabat, os campeões já definidos da temporada 2014 da MotoGP™

Marc Márquez conquista 12ª vitória na temporada

O Campeão Mundial de MotoGP™ de 2013 e 2014, Marc Márquez venceu a 12ª corrida de MotoGP™ na temporada de 2014, no Grande Prêemio Shell Advance da Malásia, com Valentino Rossi e Jorge Lorenzo completando o pódio.

Márquez e Rabat, os campeões já definidos da temporada 2014 da MotoGP™

Márquez e Rabat, os campeões já definidos da temporada 2014 da MotoGP™

Foram mais de 80.000 os espectadores que assistiram ao vivo à grande corrida de MotoGP™, com Marc Márquez (Repsol Honda Team) voltando a vencer pela primeira vez desde Silverstone – fazendo uma prova perfeita na 17ª corrida do ano e vindo de trás em grande corrida de recuperação, depois de perder a liderança da prova ao larga da pole position.

Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) assumiu a ponta da corrida depois da primeira queda de Dani Pedrosa (Repsol Honda), que perdeu a frente da moto na Curva 15 quando estava em segundo. Pedrosa recuperou até o 11º posto antes de sofrer novo acidente. Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP) passou para a liderança no meio da corrida, indo para a frente de Lorenzo com Márquez logo atrás. Duas voltas depois Márquez ultrapassou o italiano e garantiu boa vantagem que lhe garantiu a liderança até à bandeirada final. A vitória de Márquez foi a 12ª da sua segunda temporada na MotoGP™, igualando o recorde de Mick Doohan de maior número de vitórias em uma só temporada da categoria rainha. O resultado fecha a luta pelo Título de Construtores a favor da Honda e coloca também ponto final na sequência de quatro vitórias da Yamaha.

Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) superou Bradley Smith (Monster Yamaha Tech3) sobre a linha de chegada para terminar em quarto, com o britânico aproximando-se muito na última volta mas colocando seu esforço a perder ao perder a trajetória na última curva. Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) fez boa corrida rumo ao sexto lugar depois de ter fraturado o pé em espetacular acidente no sábado.

Yonny Hernández (Energy T.I. Pramac Racing) cruzou a linha de chegada em sétimo depois de quase ter batido na roda traseira de Pol Espargaró no meio da corrida.
Andrea Dovizioso (Ducati Team) a estar em quarto, antes de perder várias posições para terminar em oitavo, aparentemente devido a problemas técnicos. A lista dos dez primeiros contou ainda com Héctor Barberá (Avintia Racing) e Scott Redding (GO&FUN Honda Gresini).

Aleix Espargaró (NGM Forward Racing) e Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini) foram ao chão na segunda volta, na Curva 1. Um problema mecânico obrigou Cal Crutchlow (Ducati Team) a desistir cedo, a terceira desistência em três corridas. A curva 9 viu Nicky Hayden (Drive M7 Aspar) perder a frente da moto quando perseguia o colega de equipe Hiroshi Aoyama no final do Top 10. O também piloto Open Honda, Karel Abraham (Cardio AB Motoracing) caiu voltas depois.

Danilo Petrucci (Octo IodaRacing Team) desistiu a cinco voltas do final depois de ter estado na zona de pontuação. Hiroshi Aoyama (Drive M7 Aspar) também caiu, mas voltou à prova para terminar em 11º. Alex De Angelis (NGM Forward Racing) desistiu na última volta.