A Raízen é a empresa resultante do processo de integração dos negócios da Shell e Cosan

Marca Shell traz Jacques Villeneuve para a Stock Car

A Raízen é a empresa resultante do processo de integração dos negócios da Shell e Cosan

A Raízen é a empresa resultante do processo de integração dos negócios da Shell e Cosan

O piloto canadense disputará a Corrida do Milhão BMC pela escuderia Shell Racing para anunciar a entrada da marca Shell na temporada 2012 da competição

São Paulo, 4 de agosto de 2011 –  Jacques Villeneuve, campeão da Fórmula 1 em 1997, apresentará  pela primeira vez a marca Shell na Stock Car durante a Corrida do Milhão BMC, que acontece no dia 7 de agosto, a partir das 11 horas. O piloto irá competir pela escuderia Shell Racing, especialmente criada para esta etapa da Copa Caixa, principal categoria da competição. O anúncio foi feito hoje durante coletiva de imprensa, que contou com a presença do piloto canadense, no autódromo de Interlagos, em São Paulo.

A Raízen, que possui os direitos da marca Shell no Brasil, firmou contrato de três anos da marca nas Copas Caixa e Montana a partir de 2012.  O acordo prevê que os carros das duas principais categorias da Stock Car corram com Shell V-Power Etanol, produzido nas usinas da Raízen, tanto nas corridas quanto nos treinos – em média, são 300 mil litros de etanol por ano. “Trata-se exatamente do mesmo etanol que nossos clientes encontram nos nossos postos. “Queremos mostrar para os nossos consumidores que o combustível que roda nos veículos que eles admiram é o mesmo que faz os carros deles funcionarem”, explica Leonardo Linden, diretor de Marketing da Raízen.

A parceria da Raízen com a Stock Car começou em 2009, ainda pela Cosan e por meio da marca Esso. A marca também foi responsável pela troca da gasolina por etanol na categoria: na temporada 2010, os pilotos da Copa Caixa começaram a correr com Etanol Esso e os da Copa Montana começaram a utilizar o mesmo combustível em 2011.

“Nossa expectativa é grande com o início do patrocínio da marca Shell na Stock Car. A escolha pela Corrida do Milhão, que é a disputa mais importante do ano, e de um piloto com o perfil e o currículo vencedor de Jacques Villeneuve foram estratégicos para anunciar a entrada da marca na competição”, diz Linden.

Combustível Shell V-Power Etanol
Desenvolvido exclusivamente para o mercado brasileiro, o Shell V-Power Etanol é resultado de um intenso trabalho de cientistas da Shell no Brasil e no exterior, que conseguiram trazer os benefícios da tecnologia V-Power para o V-Power Etanol. O combustível, testado em motores flex nos laboratórios da Shell na Europa e no Instituto Mauá de Tecnologia, foi desenvolvido para contribuir para a melhoria da resposta do motor.

Shell V-Power Etanol possui uma fórmula de limpeza ativa que protege os bicos e o sistema de injeção e possui uma tecnologia única para redução de atrito, o FMT (Friction Modification Technology), que confere maior proteção das partes internas do motor que entram em contato com o combustível, além de ter capacidade extra de limpeza do sistema de alimentação de combustível, como bomba, injetores e válvulas.

Marca Shell e o automobilismo
Com a Stock Car, a marca Shell patrocina principais competições automobilísticas no mundo: Fórmula 1, Fórmula Indy, Nascar e Moto GP. Esse relacionamento remonta à década de 1920, com a parceria com a Ferrari, sua principal vitrine.

 A Shell esteve presente quando Enzo Ferrari lançou sua fábrica em 1947 e, desde então, abastece os carros da casa de Maranello (Itália), como o pilotado por Felipe Massa. O vínculo rendeu 12 Campeonatos de Pilotos e 10 de Construtores na F-1, nos mais de 60 anos de relacionamento entre as companhias. E o know-how acumulado no desenvolvimento dos combustíveis para a F-1 antecipa a tecnologia que a Shell leva aos consumidores de veículos de passeio ao redor do mundo. Cada um dos modelos de rua da Ferrari que deixam a fábrica de Maranello sai abastecido por produtos Shell.

O mesmo raciocínio vale para as motocicletas e a parceria com a equipe Ducati na MotoGP. Mais do que apoiar a equipe, que reúne os campeões Valentino Rossi e Nicky Haiden (que somam oito títulos na principal categoria mundial do motociclismo de competição), o programa da Shell ajudou a desenvolver produtos como as linhas V-Power de combustível.

 Nos Estados Unidos, onde a Shell é líder na venda de gasolina, a marca está presente também nas principais categorias do esporte a motor. Na principal divisão nacional da Nascar, a Sprint Cup, que é o segundo esporte dos EUA em audiência televisiva, a marca é a patrocinadora master de Kurt Busch, campeão de 2004. Há ainda uma parceria com a equipe Penske, nas diversas categorias que o time está inserido, como a Nascar Truck Series, e com a Fórmula Indy, na qual é patrocinadora do brasileiro Helio Castroneves.

Sobre a Raízen
A Raízen é a empresa resultante do processo de integração dos negócios da Shell e Cosan, a Raízen está entre as cinco maiores companhias do Brasil em faturamento. Tem valor de mercado estimado em R$ 20 bilhões e cerca de 40 mil funcionários, posicionando-se como uma das mais competitivas na área de energia sustentável no mundo. Com 24 usinas, a Raízen responde por uma produção de 2,2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,4 milhões de toneladas de açúcar e têm 900 MW de capacidade instalada de produção de energia elétrica a partir do bagaço da cana. A Raízen possui 53 terminais de distribuição e comercializará aproximadamente 20 bilhões de litros para os segmentos de transporte e indústria e para a sua rede formada por 4.500 postos de serviço com as marcas Shell e Esso.