Foto: Piloto mineira promete máximo empenho na prova

Mariana Balbi preparada para a abertura do primeiro Campeonato Feminino de Motocross

Foto: Piloto mineira promete máximo empenho na prova

Foto: Piloto mineira promete máximo empenho na prova

A piloto Mariana Balbi, da equipe 2B Racing, está pronta para a abertura do Campeonato Feminino de Motocross, que acontece neste fim de semana (13 e 14 de março), em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. Depois de muitos anos competindo entre os homens no Brasil, ela poderá, finalmente, participar de uma competição em que enfrentará somente mulheres.

Nos EUA, Mariana já participa desde 2006 do WMA, campeonato americano exclusivo para mulheres, onde a brasileira já terminou algumas corridas em 2º lugar e é considerada hoje uma das cinco melhores do mundo.

“Fiquei muito feliz com a criação do Feminino de Motocross. Acredito que, com o surgimento deste campeonato, novas pilotos irão começar e poderemos finalmente contar com um número expressivo de mulheres no esporte”, comemorou a mineira.

Mariana é apontada por muitos como a grande favorita para vencer a prova que, até o momento, conta com nove pilotos inscritas. Ela mesmo acredita que está em um nível acima das demais. Apesar disso, promete muito empenho e dedicação na pista.

“Acho que a melhor forma de eu dar valor ao campeonato é chegando lá e dando o meu melhor. Quando você chega em uma prova, você tem que encarar como uma competição, independente de quem são seus adversários. Fazer o meu melhor é a melhor forma de demonstrar respeito as participantes, ao campeonato e ao público”, explicou.

Mariana disse que não conhece muito sobre as suas principais adversárias na disputa pela vitória. Além de Stephany Serrão, que participava do Campeonato Brasileiro nas categorias de base, a campeã gaúcha Janaína Todeschini também está confirmada. “Até o ano passado eu era a única que competia o brasileiro. Elas faziam mais as provas regionais e, como não são do meu estado, não sei o nível em que elas se encontram”, disse.

Apesar de satisfeita com a criação da competição, Mariana não conseguirá participar de todas as etapas. Ela terá como foco principal o WMA, campeonato americano, onde pela primeira vez terá uma estrutura de ponta, que será oferecida pela 2B Racing. “Mariana está cotada para terminar entre as três melhores. Estamos fechando uma parceria com uma grande equipe americana e ela terá todas as condições para obter os seus melhores resultados em solo estrangeiro” disse o irmão e também piloto Jorge Balbi que também representa as cores do Brasil no exterior.