Maycon Zandavalli cumpre promessa e vence etapa do TNT Superbike em Curitiba

Maycon Zandavalli cumpre promessa e vence etapa do TNT Superbike em Curitiba

Maycon Zandavalli cumpre promessa e vence etapa do TNT Superbike em Curitiba

Maycon Zandavalli prometeu e cumpriu.
Manifestando há vários dias seu otimismo quanto à chance de superar o favorito José Luís Teixeira Júnior na caça à vitória na sétima etapa do TNT Superbike, o piloto paranaense da Spiga Racing venceu a corrida deste domingo (31), no Autódromo Internacional de Curitiba. Foi sua segunda vitória na temporada – a primeira aconteceu na terceira etapa, cinco meses atrás no circuito paulista de Interlagos.

Teixeira Júnior, era apontado por maioria dos concorrentes como favorito à vitória. Estreando uma nova moto, a 1000RR da BMW, o piloto paulista dominou todas as sessões de treinos no fim de semana e largou da pole-position. Zandavalli ocupou o segundo lugar no grid, que reuniu 30 pilotos nas quatro categorias do TNT Superbike. Os dois acabaram consolidando-se nos principais destaques da etapa curitibana.

Zandavalli, que disputa o TNT Superbike com o apoio da Ronin Tools, não fez questão de esconder a emoção. “Vencer é sempre maravilhoso, eu só tenho a agradecer ao Spiga e a toda a equipe pelo grande trabalho que fizeram e por toda a evolução que eles têm me proporcionado”, reverenciou, citando o preparador de sua Honda, Antonio “Spiga” Finardi. “É só meu primeiro ano como piloto de motos, vencer duas corridas foi sensacional”.

Com a segunda vitória na temporada 2010, Zandavalli foi a 120 pontos. Manteve a quarta posição na classificação do campeonato. O líder é Murilo Pinhati Colatrelli, que terminou a etapa curitibana em quarto e foi a 149 pontos. Teixeira Júnior segue na vice-liderança, com 138 pontos. Alecsandre “Doca” di Grandi foi o quinto na corrida e continua em terceiro no campeonato, agora com 123 pontos – a disputa entre os títulos segue entre os três primeiros.

1º) Maycon Zandavalli (PR/Pró), 24min03s979
2º) Bruno Corano (SP/Pró), a 4s578
3º) Heber Pedrosa Santos (SP/Pró-Estreante), a 6s559
4º) Murilo Colatreli (SP/Pró), a 7s424
5º) Alecsandre di Grandi (SP/Pró), a 8s484
6º) Danilo Lewis (SP/Pró), a 16s426
7º) Jaime Cristobal (SP/Pró), a 23s351
8º) Renan Alves (SP/Pró-Estreante), a 28s102
9º) Gustavo Rodriguez (PR/Pró), a 38s000
10º) Rodrigo di Benedictis (SP/Pró), a 48s885
11º) Diego Pretel (SP/Pró-Amador), a 1min02s837
12º) Bruno Silva (SP/Pró-Estreante), a 1min08s511
13º) Anderson Fernando (SP/Pró-Amador), a 1min19s145
14º) Leocir de Oliveira (PR/Pró-Estreante), a 1min24s848
15º) Nelson Tomilheiro (SP/Pró-Amador), a 1min26s495
16º) Marcos Nishimoto (SP/Pró-Estreante), a 1 volta
17º) Ricardo Gornati (SP/Pró-Master), a 1 volta
18º) Júlio Checchia (SP/Pró-Amador), a 1 volta
19º) Ricardo Pelosini (SP/Pró-Amador), a 1 volta
20º) Ivan Gouveia (SP/Pró-Amador Estreante), a 1 volta
21º) Josivaldo da Silva (SP/Pró-Amador), a 1 volta
22º) Alessandro Ferraz (SP/Pró-Estreante), a 1 volta
23º) Pedro Gonçalves (SP/Pró-Estreante), a 1 volta
24º) Gilberto Silva Júnior (PR/Pró), a 2 voltas
25º) Fernando Ferraz (SP/Pró-Estreante), a 2 voltas
Alan Douglas (SP/Pró-Estreante), a 2 voltas
Paulo Gabriel (SP/Pró-Master), a 3 voltas

NÃO COMPLETARAM
José LuísTeixeira Júnior (SP/Pró), a 10 voltas
Rafael Gomide (SP/Pró-Amador), a 14 voltas
Daniel Mendonça (SP/Pró-Estreante), a 16 voltas
Melhor volta: Zandavalli, na 5º, 1min23s011, média de 160,243 km/h