Medicina do viajante: cuidados básicos protegem a vida

Medicina do viajante: cuidados básicos protegem a vida

Medicina do viajante: cuidados básicos protegem a vida

Na hora de planejar a f‚rias, pouca gente se lembrar de pensar em questäes de sa£de.
Especialidade pouco difundida, a Medicina do Viajante foi criada para atuar de maneira preventiva no bem-estar e na integridade de quem vai desbravar novos horizontes. “Meios de transporte, altitude, umidade e temperatura do local de destino provocam diferentes rea‡äes no organismo. Isso sem falar em doen‡as espec¡ficas de determinadas localidades, que podem transformar as sonhadas f‚rias em um verdadeiro pesadelo”, afirma o Dr. Alexandre Cunha.

Vacinas – O primeiro passo ‚ saber se o local de destino oferece riscos para doen‡as contagiosas. “Em muitos casos, as vacinas resolvem a questÆo”, explica. No Brasil as regiäes norte e centro-oeste sÆo mais prop¡cias … Febre Amarela e … Hepatite B. J  no exterior, cada regiÆo tem uma caracter¡stica espec¡fica, portanto a consulta preventiva continua sendo o melhor rem‚dio. Quanto … vacina contra gripe, cabe destacar que sua produ‡Æo ‚ feita anualmente devido ao car ter mutante do v¡rus. Assim, ela deve ser administrada apenas nos meses de abril e maio”, adverte.

µgua – Em rela‡Æo …  gua, o m‚dico sugere que o viajante procure sempre consumir a op‡Æo mineral e evitar o uso de gelo. Quando nÆo for poss¡vel, a recomenda‡Æo ‚ fervˆ-la ou ingerir bebidas industrializadas como refrigerantes ou sucos engarrafados.

Pequenos Acidentes – No caso de pequenos acidentes ‚ fundamental saber como proceder. “Nada de lan‡ar mÆo de mitos, como passar pasta de dente em queimaduras ou p¢ de caf‚ em ferimentos. Lavar com  gua e sabÆo ‚ o suficiente em um primeiro momento. Al‚m disso, a auto-medica‡Æo deve ser evitada em qualquer situa‡Æo”, orienta Dr. Alexandre.

Intoxica‡äes – Em caso de diarr‚ia, o infectologista recomenda aumento na hidrata‡Æo e combate aos sintomas com rem‚dios, como analg‚sicos. “Se os sintomas persistirem por mais de 24 horas e vierem acompanhados de dor abdominal, sangue nas fezes ou febre, a pessoa dever  procurar um pronto-socorro imediatamente”, enfatiza o m‚dico.

Animais Pe‡onhentos e Insetos – Picadas de animais pe‡onhentos tamb‚m merecem muita aten‡Æo. “O importante ‚ reconhecer o animal e informar o m‚dico para que os procedimentos de emergˆncia sejam corretos”, orienta Dr. Alexandre. Quanto aos insetos, o combate dever  ser feito com repelentes e roupas longas, observando-se o hor rio de maior incidˆncia que ‚ no final da tarde e in¡cio da noite. E, para as pessoas al‚rgicas, o cuidado deve ser redobrado.

Ecoturismo – Para quem quer se aventurar, Dr. Alexandre orienta que seja feita uma pesquisa sobre a regiÆo a ser explorada. Os acidentes sÆo caracter¡sticos – por exemplo: torcer o p‚ em um trekking. Portanto, com conhecimentos b sicos, os riscos sÆo minimizados. Outro fator importante ‚ o apoio de um guia, que ‚ imprescind¡vel para destinos muito r£sticos.

Fuso Hor rio – Sobre o fuso hor rio ‚ normal que o corpo demore a se adaptar, por‚m a ingestÆo de carboidratos nos dias anteriores diminui seu efeito.

“Para todos os imprevistos, o aux¡lio m‚dico dever  ser procurado o mais r pido poss¡vel. Adiar at‚ o final da viagem para se tratar pode causar danos irrevers¡veis”, finaliza Dr. Alexandre Cunha.