Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo

Mercado de motos premium continua aquecido

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo

Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo

Contrariando os dados gerais do segmento de motocicletas, os modelos premium (acima de 500 cm3) têm apresentado crescimento constante neste ano. De janeiro a outubro, as vendas no varejo aumentaram 12,8%, em relação ao mesmo período de 2011, passando de 36.273 unidades para 40.932 unidades. Em outubro, foram emplacadas 4.492 motos premium, volume quase 15% superior ao de setembro (3.909 unidades) e cerca de 10% a mais em relação a mês similar do ano passado (4.094 unidades).

“A demanda neste segmento é estimulada pelo perfil dos consumidores, que em grande parte pertencem às classes socioeconômicas A e B e, portanto, têm mais facilidade para a obtenção de crédito e o pagamento de entradas de até 50% nos financiamentos”, comenta , presidente da Abraciclo.

Diante deste cenário, marcas tradicionais de motos premium têm anunciado investimentos para a instalação de fábricas no Brasil, gerando mais empregos no Polo Industrial de Manaus (PIM).

Veja matéria anterior sobre o mercado de motocicletas não premium: clique aqui