Mesmo com pouca chuva, Sabesp adia racionamento

A situa‡Æo do Sistema Cantareira em SÆo Paulo ‚ tÆo grave que a alta m¡nima de 0,1 ponto porcentual no n¡vel do manancial foi comemorada com entusiasmo pela Companhia de Saneamento B sico do Estado de SÆo Paulo (Sabesp).

O aumento da capacidade ocorreu ap¢s a chuva de 22,6 mil¡metros que atingiu o reservat¢rio na madrugada de hoje. “A not¡cia ‚ muito boa, pois o n¡vel do manancial nÆo s¢ se estabilizou como subiu um pouquinho”, comemorou o gerente de Comunica‡Æo da Sabesp, S‚rgio Lapastina.

Al‚m disso, a previsÆo ‚ de que as chuvas sigam para o sul de Minas, onde se localizam as nascentes dos rios que formam o Cantareira, que devem receber mais  gua nos pr¢ximos dias.

Apesar de informar que o risco de rod¡zio ainda nÆo foi totalmente descartado, a Sabesp aposta em uma frente fria, prevista para chegar ao Estado na ter‡a-feira. Com a frente fria a empresa espera que chuvas melhorem a situa‡Æo do manancial. “O n¡vel do Cantareira ‚ baixo, mas acreditamos que a situa‡Æo vai melhorar, pois estamos num per¡odo de chuvas.